terça-feira, novembro 19, 2019

Os 5 ritos tibetanos


Minha professora de ioga do Anhembi Tênis Clube foi quem me ensinou os 5 ritos e eu adotei para mim, Estava fazendo as 21 repetições recomendadas de cada movimento todas as manhãs, mas desanimei quando soube que teria de fazer uma cirurgia na mama direita. 

Os médicos diziam que havia 80% de possibilidade de não ser nada, então me apeguei a esses 80% e, de fato, não deu nada. Agradeci, agradeci e celebrei a minha saúde.

Encarei essa cirurgia como um grande divisor de águas na minha vida: AC e DC. Agora estou na era DC (depois da cirurgia) e quero que tudo passe a dar certo, em todos os aspectos da minha vida.

Então, depois da série de posts sobre a abundância e a prosperidade, hoje venho falar de novo dos 5 ritos tibetanos. Tem um post de setembro que traz o melhor vídeo sobre os ritos e também o link para o e-book gratuito. 

Como interrompi a minha prática, hoje ainda não consegui repetir os dois últimos exercícios as 21 vezes. Fiz apenas 14. Mas eu chego lá. Força e foco.

Namastê!

segunda-feira, novembro 18, 2019

Dia 27 – Eu sou responsável pelo meu estudo, preparação e crescimento



Segundou. Ao invés de sofrer por este fato irrefutável, que tal entender, de uma vez por todas, que só você pode se responsabilizar pelo seu estudo, preparação e crescimento, hein??

- Ah, Silvia, mas eu preciso trabalhar, não dá tempo.

Desculpe, mas dá.Ou tem que dar. 

O tempo somos nós que fazemos. Nós somos os senhores do tempo, sabe por que? Todas as pessoas que estão no planeta Terra, na tridimensionalidade, dispõem das mesmas 24 horas a cada dia. E muitas conseguem prosperar, apesar das condições desfavoráveis. Como elas conseguem isso? Modificando os seus pensamentos e (principalmente) os seus sentimentos. Eliminando as crenças limitantes. Quando você estuda e se prepara, o crescimento é praticamente inevitável. Nós estamos aqui mergulhados em um mundo regido pela lei do progresso e da evolução. O propósito de vida, a nossa missão (de todos nós aqui encarnados em 2019, sem exceção) é nos melhorarmos e aprendermos a nos amar uns aos outros. E para que possamos nos melhorar, é preciso dedicação. É preciso a aprender a enfrentar e superar as dificuldades. Uma delas é a pobreza. Outra é a doença. 

Nossa tarefa é descobrir o nosso poder interior de enfrentar todos esses males.

Jesus, nos 33 anos em que esteve aqui entre nós, não fundou nenhuma religião, não sei se você sabia disso. Não. Ele não fundou e nem escreveu nada. Mas ele nos deixou um legado que tem sobrevivido séculos e séculos, uma preciosidade: o Pai Nosso. A oração mais completa e perfeita que existe, e que quase todos nós sabemos de cor. A última sentença dessa oração é “livrai-nos de todo o mal”. A pobreza é um mal. Portanto, Deus, nosso pai amoroso, não quer que sejamos pobres e que permaneçamos noites em claro matutando sobre como pagar as contas do mês. Isso é um mal. É um mal que precisa ser extirpado da nossa vida.

Que recursos possuímos para isso?Os recursos foram descritos nesses 26 dias, é só recapitular.

Eu deixo aqui a minha contribuição para um mundo mais próspero, mais abundante, mais feliz. Cabe a cada um de nós exercer o nosso PODER de transformar a realidade. E a mudança começa dentro da gente.

Gratidão a você que me acompanhou nessa jornada de 27 dias. Agora darei um intervalo, antes de começar a jornada da eliminação das nossas 130 crenças limitantes.

Hoje eu aprendo a dedicar parte das 24 horas do meu dia ao meu estudo, preparação e crescimento, sei que a minha evolução depende apenas de uma pessoa: eu mesma. E sigo confiante no meu caminho seguro em direção à conquista das minhas metas.

Namastê. 

domingo, novembro 17, 2019

Dia 26 – Eu enfrento riscos, com consciência e estratégia




Não tem como progredir sem enfrentar riscos. A nossa mente (o ego) quer nos proteger de sentir aquele friozinho na barriga, quer que a gente permaneça na zona de conforto e, de acordo com um dos maestros dos coros onde eu cantei, se deixar, o nosso corpo só quer mesmo ficar na posição horizontal.

Você é daqueles que chega em casa e puf! Se joga no sofá? Então, no fundo, no fundo, somos todos assim, comodistas, procrastinadores, preguiçosos. Porém, o dinheiro não gosta de gente assim. Gente com esse comportamento faz o dinheiro escoar pelo ralo.

O que você precisa é ter a coragem de executar os seus planos mais loucos. Só assim a prosperidade virá ao seu encontro. Coragem não é não ter medo. É ter medo e seguir mesmo assim. Essa é a verdadeira coragem.

As outras palavras de hoje são: consciência e estratégia. Seus atos precisam ser conscientes. Aquela filosofia de vida do samba famoso “deixa a vida me levar” não funciona aqui também não. É você que tem que levar a sua vida, com consciência. Sabendo exatamente aonde você quer chegar. Para quem não tem uma meta, qualquer caminho serve. Para você que deseja ser próspero e viver abundantemente, não. Você precisa criar a sua estratégia. Confiar nas ideias que o Universo sopra nos seus ouvidos.

- Ah, Silvia, mas será que vai dar certo isso?

Pronto, duvidou de você mesmo, dançou. A dúvida é um dos nossos piores inimigos. Por favor, reserve um tempo por dia para pensar nos seus objetivos, com consciência e defina as suas estratégias para chegar lá. Eu garanto que vai dar certo.

Hoje eu escolho definir o meu caminho com total consciência e escolho as melhores estratégias para alcançar as minhas metas.

Namastê.

sábado, novembro 16, 2019

Dia 25 – Quanto mais dinheiro eu faço, mais generosa me torno




Dinheiro não é estagnação. Dinheiro não é guardar no cofre ou debaixo do colchão. Dinheiro não é construir armazéns maiores. Dinheiro não é só poupar. Já falamos nesta série de textos sobre a prosperidade e a abundância sobre as 4 forças do dinheiro: ganhar, gastar, poupar e investir. Fazer caridade é a forma mais generosa de gastar. Onde você vai gastar o seu dinheiro? Nas grandes lojas de departamentos?? Nos shoppings? Ou nos bazares onde as pessoas fazem as coisas com carinho, competência e amor e precisam botar comida na mesa, pagar a escola dos filhos, pagar aulas de dança ou de esportes para os filhos e para si mesmos...?? Na rede de lojas de bijuterias importadas da China ou na barraquinha daquele artesão que faz suas peças originais com criatividade e dedicação?

Quando você aprende a gastar seu dinheiro com sabedoria, você facilita o fluxo do dinheiro na sua vida. Simples assim.

Hoje eu aprendo a gastar meu dinheiro com generosidade, ele vai para as outras pessoas com todo o meu amor e me permite ser caridosa. Ao mesmo tempo, o dinheiro flui de volta para mim, com força e energia redobradas.

Este sábado está todo belo e iluminado, aqui em São Paulo, depois da chuvarada de ontem. O ar está mais limpo, o céu mais azul. Gratidão, gratidão, gratidão! Acho que deve ser por isso que gosto de dias chuvosos. Sei que o dia seguinte será mais leve e harmonioso, com toda a limpeza que a chuva nos traz. 

Pretendo prestigiar hoje a feira Brasil Eco Fashion Week, dica da minha filha.  

Um ótimo sábado a todos! 

Namastê.

sexta-feira, novembro 15, 2019

Dia 24 – Meu caminho é simples e claro: método certo + treino certo + mentores certos



A fórmula mágica para atrair a riqueza para a nossa vida não é nenhuma magia e sim encontrar um método que seja certo para você, caprichar no treinamento e escolher um mentor em quem você confie, com quem se identifique. Estudar a história inspiradora de pessoas que prosperaram, que passaram pelas mesmas dificuldades que você também é uma boa coisa a ser feita.

O que é o certo e o errado? Primeiro, aquilo que as pessoas falam precisa ressoar em você. Tem um monte de gente na Internet “vendendo” esses métodos e treinos. Cabe a você escolher. A escolha é individual e intransferível. Faça a sua! Uma vez escolhido o método, o treino e o mentor, persista. 

Lembre-se de que não é uma atitude isolada que vai trazer a prosperidade para a sua vida. E preste muita atenção aos sinais. Eles vão começar a aparecer com força na sua vida. Se você ficar duvidando, não vai funcionar. Tenha fé e siga em frente. Dia após dia.

Método e treino implicam envolvimento da sua parte. Ficar esperando que as coisas caiam do céu não vai funcionar.

Hoje eu escolho o meu método para desenvolvimento da riqueza na minha vida, dedico alguns momentos do meu dia para esse treino e escolho meus mentores. Tudo acontece na hora certa. E a hora certa é agora.

Namastê!

quinta-feira, novembro 14, 2019

Dia 23 – Eu mantenho uma gestão financeira sensata, respeitando as quatro forças do dinheiro (ganhar, gastar, poupar e investir) e a lei da economia



Você deseja a riqueza na sua vida, mas não sabe lidar com o dinheiro? Hummm, temos aí um problema. Ouvi hoje no rádio que a poupança já está rendendo menos do que a inflação. Ou seja, você precisa urgentemente entender que se o dinheiro vier a jorrar na sua vida, assim como uma cornucópia jorra frutas, você vai ter que saber o que fazer com o fluxo, né?

É muito legal pensar nessas quatro FORÇAS do dinheiro: ganhar, gastar, poupar e investir.

Por exemplo, uma pessoa que ganha 10 mil e gasta 10.500 pode se considerar pobre. Mas uma que ganha 2 mil e gasta 1.500 pode se considerar rica. É muito relativo. Ser rico ou ser pobre não depende tanto de quanto você ganha, mas sim de quanto você gasta. Tem que ter clareza nisso, senão não rola.

Perceba bem que existem ainda dois conceitos diferentes: poupar e investir. Poupar é uma coisa, investir é outra. Tem muito conhecimento gratuito na internet (e até no próprio site do banco onde você tem conta) sobre investimentos. Poupar é não comprar tanto, é economizar. Mas investir é um passo além. Por exemplo, você sabe qual é o seu perfil de investidor? Tem teste gratuito para fazer. Faça! Seu inconsciente vai começar a entender que você quer e pode ter mais dinheiro fluindo na sua vida. Não tenha vergonha de falar sobre dinheiro, não tenha vergonha de cobrar, de pechinchar. Eu falo por mim, sempre tive vergonha disso, e às vezes ouço as pessoas falando baixinho sobre dinheiro.

Não.... Nada disso! Comece agora a falar que você é rica, que o dinheiro está fluindo na sua vida, até que a sua mente absorva essas novas ideias com naturalidade. Comece a imaginar um saldo maior na sua conta, imprima o extrato e acrescente uns zeros a mais. Sinta a sensação de já ter aquele dinheiro à sua disposição. O dinheiro às vezes é meio abstrato. O que você faria se tivesse bastante dinheiro? Ia conversar com o gerente do seu banco, para encontrar uma boa aplicação financeira? Então faça isso. 

Você vai se surpreender com alguns investimentos que não exigem que você tenha 1 milhão para aplicar. Aí você já vai se sentir um investidor, e não um devedor. Quando essa chavinha vira, tudo muda e sua vida será muito mais próspera. Mas não economize para a doença. Economize para uma viagem, um presente especial para você ou alguém que você ama. Não deixe também o dinheiro lá parado e esquecido, para usar algum dia, indefinido no futuro. Faça planos, trace metas. Um bom ditado próspero para relembrarmos hoje é: "de grão em grão a galinha enche o papo"! 

Afirmação para hoje:
Aprendi a lidar com as quatro forças do dinheiro (ganhar, gastar, poupar e investir) e o dinheiro flui com toda essa força na minha vida. Gratidão!

Namastê.

quarta-feira, novembro 13, 2019

Dia 22 – Eu honro e consagro cada pessoa que passa pela minha vida. Eu tomo o CHA (consideração, honra e amor) todos os dias



Pensei naquela enfermeira que me acordou de madrugada, cheirando a cigarro, não conseguiu furar a minha veia e ainda reclamou que minha pele era rígida (não é)... Ela é que estava puxando a minha pele no momento de enfiar a agulha. Fez três furos inúteis, que não serviram para colocar os remédios na hora da cirurgia. As médicas tiveram que fazer outro furo, o quarto! – Desafio master blaster: perdoar, ter consideração, honrar e mandar amor pra ela. Mas faço isso agora, mesmo assim. É difícil, mas não impossível. Como já fiz no mesmo instante em que ela reclamava da minha pele. No entanto, 99,99% das pessoas que estavam ao meu redor no hospital eram todas elas adoráveis. Sou ou não sou abençoada? Hoje será minha consulta de retorno. Ontem completou uma semana d cirurgia. E eu sigo de repouso. 

Pensando bem, eu estava dormindo, ela, trabalhando. Consideração. Ela tentou fazer o melhor que pode. Honra. Senti dor quando ela me furou três vezes, mas (depois que parei de sentir um pouco de raiva) procurei enviar vibrações de amor para ela.

É fácil mandar vibrações de amor para as pessoas gentis, simpáticas, que nos são agradáveis. Mas e para aquelas pessoas que o santo não bate, sabe?? Aí é que está o desafio.

"Procure me amar quando eu menos merecer, pois é quando eu mais preciso", diz um provérbio sueco. Quando li esta frase pela primeira vez, até chorei. Sabe quando nem você mesma se aguenta, de tanta chatice acumulada?? Nas épocas de TPM e tal... 


Frase para repetir hoje:

Envio hoje vibrações de consideração, honra e amor a todas as pessoas que passarem pela minha vida (meus próximos, como ensinou Jesus) e isso faz com que eu me sinta cada vez melhor.  

Namastê!

terça-feira, novembro 12, 2019

Dia 21 – Eu estou um passo à frente da RPR; a minha motivação inabalável é meu escudo para prosperar




Essa sigla RPR é uma criação do Bruno Gimenes e da Patrícia Cândido. Vou tentar explicar com as minhas palavras. Diz o padre (ou o rabino, ou o médium, ou o pastor):

- Não se preocupe, nós temos a solução de todos os seus problemas. Você não precisa fazer nada.

Ou então diz assim:

- Você sofre por consequência de erros do passado, tem que se conformar.

Mas se con-formar é se deixar conter dentro de uma forma apertada, sem possibilidade de expansão. 

No entanto, fomos criados para a expansão, para a evolução e não para ficarmos apertados dentro de dogmas e crenças limitantes. Esta é a primeira conspiração contra nós mesmos: a religião.

Entenda bem, não que a religião não seja algo bom e que podemos cultivar valores religiosos na nossa vida. O erro é depositar TODAS as nossas esperanças de salvação em uma religião determinada e nos deixarmos conduzir como boas ovelhas, sem nenhuma ação concreta para obter a nossa riqueza, a nossa prosperidade. A religião, em geral, nos promete a felicidade, mas não nesta vida. É preciso um movimento consciente e uma fé em nós mesmos (autorresponsabilidade) a fim de progredirmos. 

É isso que muitas vezes nos falta.

Ou então, podemos depositar todas as nossas esperanças nos políticos, acreditando que são eles os nossos salvadores. Por outro lado, podemos também culpá-los de todos os nossos males. Se não prosperamos, é por causa do político X, Y ou Z que nos rouba, ou é por causa da política econômica do governo que nos obriga a pagar impostos altos.

Eis aí outra conspiração bem forte, que tende a nos convencer da não-responsabilidade que temos pela nossa situação financeira. Vamos quebrar este paradigma também. Tomara que possamos pagar muitos impostos, isso indica que ganhamos muito dinheiro e que a prosperidade está presente na nossa vida.

E, finalmente, os remédios. A indústria farmacêutica pode se revestir de um poder absurdo de ser ela a responsável pelo nosso bem-estar, pela manutenção da saúde perfeita do nosso corpo físico. Mas quem dá este poder a ela somos nós mesmos. Nenhuma pílula é capaz de nos prover a felicidade, o bem-estar, a alegria de viver, e é disso que precisamos para conquistar a nossa saúde, em primeiro lugar e, em seguida, a nossa prosperidade e abundância.

Vamos parar de transferir o nosso poder para a religião, os políticos ou à indústria farmacêutica. Para isso, a motivação inabalável é a nossa arma. Essa motivação precisa ser alimentada todos os dias.

Afirmação para hoje:

Hoje, eu me mantenho firme na minha motivação de conquistar a minha riqueza. E para me defender dos enganos da religião, da política e dos remédios uso como escudo minha motivação inabalável. Eu me mantenho com foco e com energia de sobra para prosperar.

Namastê!

segunda-feira, novembro 11, 2019

Dia 20 – Eu sou responsável por todas as crenças que carrego; e sou responsável por remodelar o meu paradigma



Tem muito conteúdo gratuito na internet que promete, com alguns exercícios específicos, limpar as crenças limitantes que impedem você de chegar a atingir a máxima prosperidade e abundância.
Mas andei refletindo sobre isso. Concordo que nós, seres humanos e falíveis que somos, temos a tendência de nos apegar a gestuais, a simbolismos, e a confiar em determinados métodos espirituais repetidos como que automaticamente ao longo dos anos, para nos garantir proteção espiritual e a resolução dos nossos problemas.

Só que, pensando bem, se formos capazes de analisar essas crenças limitantes com um novo olhar, de consciência desperta, instantaneamente elas deixarão de fazer sentido para nós, independentemente de qualquer gesto ou “mandinga”!

Decida você em que você deseja acreditar ou não. Tome em suas mãos uma varinha mágica imaginária e faça com que ela tenha o poder de te ajudar a ficar desperto e livre de todas as amarras que te impedem de progredir. A vida é evolução e progresso, naturalmente. Entre no fluxo dessa energia positiva, abandonando todas aquelas crenças que te puxam pra baixo.

Para isso, o ato de escrever é um dos mais poderosos assistentes. Eu, aqui, escrevendo sozinha no meu notebook, vou empilhando palavras e conceitos que me ajudam a entender o funcionamento da mente, do inconsciente, do consciente, juntando tudo o que li e ouvi até agora e filtrando tudo por intermédio das palavras e criando uma nova realidade, onde impera o meu próprio poder de escolher o que é bom, útil e belo.

Os paradigmas são como camisas de força que você pode arrancar de si mesmo e vestir novas e perfumadas túnicas leves e sutis que vão te acompanhar na jornada rumo à abundância, à prosperidade, à riqueza.

Uma querida amiga minha que está enfrentando uma das maiores lutas da vida dela, usa o stories do Instagram para se comunicar com as pessoas e ela disse que não precisa mais do que suas duas calças jeans, camisetas brancas e seus tênis all star para ser feliz. Mas ela quer viajar quando estiver curada. Portanto, a riqueza é algo bem pessoal. Para uns, podem ser as roupas caras e elegantes. Para outros, pode ser viajar pelo mundo. Somos nós que temos que criar os nossos paradigmas. Não podemos nos deixar levar por eles e sim fazer as nossas escolhas de forma consciente e adulta, madura e responsável.  

Afirmação para hoje:
Hoje eu escolho conscientemente remodelar as minhas crenças e paradigmas. Sou uma esponja que absorve tudo, mas escolhe o que deseja reter. E escolho a alegria, a felicidade, a saúde, a riqueza. Sei que tudo isso está a caminho da minha vida neste exato momento e agradeço desde já.  


Namastê! 

domingo, novembro 10, 2019

Dia 19 – Eu sou uma vendedora constante de coisas e ideias, e ofereço muito valor utilitário em cada ato meu




Vendas... houve uma época da minha vida em que, por mais que eu estivesse com vontade de comer pipoca, eu tinha uma coisa dentro de mim que me impedia de ir até o pipoqueiro e comprar um saquinho de pipocas. Minha mãe conta essa história até hoje.

Mais tarde, ao trabalhar em assessoria de imprensa, eu precisava “vender” as pautas para os jornalistas publicarem as matérias dos meus clientes. Eu preferia mil vezes fazer isso por escrito do que pelo telefone. Mas tive que treinar meu poder de convencimento na marra, pois era obrigada a fazer “follow up” das sugestões de pauta que enviávamos aos jornalistas.

Embora meu sonho fosse trabalhar em uma revista da Abril (coisa que consegui, mas que também não foi bem do jeito que eu imaginava), a vida me levou a trabalhar muito mais tempo com assessoria de imprensa, não por uma escolha minha, mas porque “não tinha nada melhor para eu fazer e eu precisava do salário”. Sabe como se chama isso? Prostituição. Por mais que seja uma verdade indigesta, eu precisava “escutar” isso agora.

No entanto, sou extremamente grata à minha profissão. Viajei a trabalho para lugares incríveis, conheci muita gente, destravei aquela timidez absurda que eu tinha e que me prejudicava, tive que me reinventar e que descobrir algum encanto naquilo que eu fazia. Por coincidência, ontem o Facebook me trouxe a lembrança da minha mesa de trabalho em 2012.

Foi como se eu fizesse uma viagem pelo túnel do tempo para aqueles tempos em que eu vivia estressada... sem enxergar muita saída para mim. Mas a nossa vida é feita de fases, e aqui estou eu com 61 anos, aposentada, me sentindo com 30 novamente, cheia de gás e de energia para começar novos projetos. Quem disse que não posso?

Inclusive, é por isso que estou nessa jornada aqui no blog... destrinchar os 27 mandamentos da riqueza, pronunciar a palavra riqueza sem medo e com a confiança de quem acredita que ela está presente na minha vida desde já.

Assim, depois de voltas e voltas, cheguei ao dia 19. Neste dia, o que eu preciso aprender? Preciso aprender que se eu quero ter sucesso material na minha vida, inevitavelmente eu preciso ser “uma vendedora constante de coisas e ideias, e ofereço muito valor utilitário em cada ato meu”.

Troque o eu pelo você na frase anterior: se você quer ter sucesso material na sua vida, inevitavelmente você precisa ser “uma vendedora constante de coisas e ideias, e oferecer muito valor utilitário em cada ato seu”.

Vem comigo.

O que você pode vender? Sei lá... você que tem que saber. Mas pode ser desde brigadeiros, até os seus serviços de consultoria especializada em x, y, z. O ideal é que aquilo que você for vender esteja em alinhamento com o seu propósito nesta vida. Se, por um lado, não é assim tão simples, por outro, não precisa ser uma coisa só, olha que libertador!  

Sempre invejei (sim, senti inveja, confesso) das pessoas que sabiam desde o berço a profissão que seguiriam: médico, dentista, advogado, professor. Eu até hoje tenho dificuldade com isso, com o que eu quero ser na vida.

Só que hoje, por conta desse profundo processo de reinvenção pelo qual eu estou passando, tenho um pouco mais de clareza. Quero ser uma solucionadora de problemas! Tenho pelo menos três ideias bem fortes de negócios que podem me deixar bem feliz, inclusive financeiramente. Não tenho mais medo de sociedade. Sociedade é casamento. E como todo casamento, pode dar problema. Pode, e daí? Tudo pode dar problema na vida. O segredo é não ficar pensando nos problemas e sim nas soluções.

Devo essas ideias ao meu envolvimento diário com a egrégora (na falta de palavra melhor) da prosperidade e da abundância, que começou no início deste ano, quando me convidaram a entrar em um grupo de meditação do Deepak Chopra.  

Meu negócio principal são os livros. Sei como possibilitar às pessoas a realização do sonho de ter um livro seu publicado. Só isso já tem um baita valor utilitário. De uma média de um livro por ano, passei a 8 livros, neste ano. E 8 é o infinito. Estou muito animada.

Além dos livros, tenho mais 3 ou 4 ideias de negócios e pretendo desenvolver todos eles desde já, para que em 2020 esteja tudo funcionando às mil maravilhas. Dá trabalho? Claro que dá! Ainda bem que dá. Não sou do tipo de pessoa que gosta de ficar em casa vendo TV. Então, tenho que buscar meus caminhos, arregaçar as mangas e fazer acontecer.

Energia e pensamento positivo não me faltam. Bora derreter paradigmas e estraçalhar as crenças limitantes.

Namastê!

sábado, novembro 09, 2019

Dia 18 – Eu sou 100% autorresponsável e tudo o que acontece em minha vida tem relação com a positividade (ou negatividade) que há em mim



Nosso inconsciente não registra o NÃO. Este conhecimento é utilíssimo, para que as nossas orações e vibrações comecem a dar certo, de uma vez por todas. Quer ver?

Se eu disser a você:

- NÃO pense em um elefante cor de rosa!

O que acontece? Sua mente imediatamente cria a imagem de um lindo elefante cor-de-rosa bem gordinho e simpático. Ou seja, se eu peço a Deus (ou às forças superiores do Universo, o que é a mesma coisa, mas podemos deixar este assunto para outro dia), para me proteger dos acidentes, dos assaltos, das doenças, dos perigos da cidade grande, das dívidas, dos desentendimentos, etc... etc... etc.... o que acontece?? Sim, exatamente isso que você está pensando... Essas energias acabam sendo atraídas para a minha psicosfera, ou aura, ou campo magnético.

Exatamente por isso que o exercício de vibrar no positivo, na abundância, na saúde, na riqueza, na harmonia, na paz e no amor é tão importante e precisa ser cotidiano, ou seja, HAD (hoje, amanhã e depois).

Assim, dê uma pausa agora e pense na sua vida. Em como ela está hoje, nas pessoas com quem você convive hoje, nas coisas que você faz hoje. Tudo o que existe na sua vida hoje é de sua inteira responsabilidade (e merecimento, como os espíritas gostam de dizer). Tanto para o bem, quanto para o mal. Nossa primeira tarefa é agradecer. De novo, tanto pelo bem, quanto pelo mal, pois o mal não está ali por acaso, qualquer que seja ele. Ele está ali para nos dar alguma lição, ainda que seja difícil de compreender, à primeira vista. Nossa segunda tarefa é começar a atrair para a nossa vida apenas aquilo que desejamos ardentemente, como um poderoso ímã. 

Sair da escassez e entrar na prosperidade é um caminho que você trilha passo a passo, dia a dia. Nossos caminhos são feitos das nossas escolhas. Escolha a palavra que você vai falar. Não saia por aí falando qualquer bobagem, sem pensar. Escolha a palavra que vai vibrar no seu coração no dia de hoje. A palavra sugerida para hoje é um palavrão! A AUTORRESPONSABILIDADE. Pegue as rédeas da sua vida nas mãos e assuma a sua responsabilidade. Chega de culpar o governo, o vizinho, a política, a religião, as forças ocultas. Sinta e respire o PODER que você tem de transmutar a sua realidade. 

Acredite, tenha fé, vibre na alegria de já ter conseguido realizar o seu sonho. Como dia a física quântica, está tudo aqui e agora ao seu dispor. Hoje é o seu presente divino, use com sabedoria, com responsabilidade, com discernimento. Conquiste tudo o que você nasceu para conquistar. Seja quem você nasceu para ser. Só depende de uma pessoa: VOCÊ! Que brilhe a sua LUZ!  

Namastê! 

sexta-feira, novembro 08, 2019

Dia 17 – Eu crio e alimento a minha autoimagem com cuidado, atenção e disciplina. Antes de conquistar no mundo material, eu já conquistei no filme da minha mente



Uma das minhas maiores metas é conseguir vender a minha casa. Tudo bem que a economia não vai bem etc e tal. Mas negócios de compra e venda são fechados diariamente e, portanto, minha casa tem a possibilidade de vir a ser vendida, o que resolveria quase todos os nossos problemas, instantaneamente.

Assim, imagino que ela já foi vendida, me vejo assinando o contrato e, se Deus quiser e os anjinhos disserem amém, esta será a minha realidade em muito breve. A casa ia ser alugada, mas hoje a imobiliária informou que o inquilino desistiu do negócio. Ao invés de me lamentar, resolvi ficar feliz, pois este fato nos aproxima mais do nosso objetivo maior. 

Minha autoimagem é a seguinte: moro em um estúdio lindo e estiloso em Pinheiros e o Lufe Gomes vem fazer um vídeo da minha casa nova! Tenho uma linda vista para o por do sol, e tenho apenas o necessário, como o Balu no filme Mogli. Escrevo todos os dias no horário que eu bem entender e todos os meus projetos vão se concretizando um a um. Pronto. Simples assim. 

Guardo este post com carinho para mostrar como a coisa toda funciona: primeiro no filme mental e depois no mundo material. Assim é. Assim está decretado. E o Universo me escuta e encontra as formas de tornar real este desejo autêntico e sincero da minha alma, segundo o meu merecimento. 

Elabore o seu desejo, você também. Sinta a emoção do seu desejo já realizado. Marque na folhinha, no calendário, no celular, este dia. E volte aqui "no passado" para agradecer, quando tudo tiver acontecido. Experimente. Tenha fé. 

As palavras-chave são: criar, alimentar, cuidado, atenção e disciplina. 

Namastê. 

quinta-feira, novembro 07, 2019

Dia 16 – Eu não sou responsável pela felicidade de ninguém; tampouco ninguém é responsável pela minha felicidade


Esta frase diz respeito à AUTORRESPONSABILIDADE. Este é um valor que precisamos cultivar em nossas vidas. Quando você toma para si a responsabilidade pela sua vida, você está se apropriando do PODER que tem de cocriar a sua realidade.

Imagine como seria o seu dia ideal, vivendo da forma como você sonha viver, com as pessoas com quem deseja conviver, fazendo todas as coisas que gostaria de fazer, sem se preocupar com quanto custa ou se você pode pagar por aquilo. O diário da vida ideal, em forma de pensamentos – e sinta! e agradeça como se já estivesse aqui e agora! 

Como você se sentiria se fosse tudo verdade? Seu inconsciente é incapaz de diferenciar a realidade do pensamento. A partir do momento em que você tem a real sensação de viver aquele dia, o Universo fará com que a sua vida realmente lhe proporcione aquela realidade sonhada. Essa é a poderosa técnica da visualização, que deve ser praticada todos os dias. Pode ser pela manhã ao acordar, ou à noite, antes de dormir. E isso tem que acontecer várias vezes, HAD (hoje, amanhã e depois). Fique firme no seu propósito. Porque não tem ninguém fazendo um plano mirabolante para mudar a sua vida. VOCÊ é o único responsável por cocriar essa sua vida perfeita. Mãos à obra!

Namastê!

quarta-feira, novembro 06, 2019

Dia 15 – Eu suporto as críticas, inclusive as das pessoas que mais amo, entendo que jamais serei aprovado por todos




Isso de suportar críticas é mesmo só para os fortes, aqueles com alta taxa de resiliência. Resiliência é uma capacidade física dos objetos de, ao sofrerem algum tipo de golpe, retornarem ao formato original. Alguns materiais têm mais resiliência, outros menos. É uma qualidade que devemos desenvolver em nós. Em geral, são as pessoas que mais nos amam que falam tudo aquilo que lhes vem à cabeça, achando que não vão nos ferir. Porém, nós somos feitos de carne e osso e emoções. 

Então, é natural que às vezes nos sintamos entristecidos com palavras e atos que nos machucam e nos ferem. Mas muitas vezes a pessoa faz aquilo sem consciência, sem intenção de nos ferir, apenas querendo o nosso bem. Cabe a cada um de nós desenvolver essa resiliência, tornando-nos mais fortes, sem tanto mimimi e autopiedade.

Quanto a ser aprovado por todos, nem o nosso mestre Jesus Cristo o foi, portanto, a vida é assim mesmo. Impossível agradar a gregos e troianos. O mais importante é a sinceridade com a nossa verdade, com a nossa essência. Uma vez que estejamos conectados a esta nossa essência, também o estaremos ao nosso criador e, desta forma, somos ainda mais fortes e mais resilientes. Este é o segredo.  

Namastê!

terça-feira, novembro 05, 2019

Dia 14 – Eu respeito as pessoas da minha convivência; entendo o tempo de cada um, e sei que cada ser tem o seu jeito e momento



Hoje eu farei uma cirurgia. Estou escrevendo este texto com antecedência, em respeito aos leitores que porventura estejam a acompanhar esse meu percurso rumo à prosperidade e à abundância.

Quando uma pessoa se submete a uma cirurgia, ela precisa confiar em desconhecidos, respeitar todos aqueles que estão ali à sua volta. Imagine... você se entrega nas mãos de pessoas que não sabem nada de você, da sua história de vida, dos seus sentimentos e emoções. Elas só sabem da sua ficha médica e do que está ali escrito. E ainda assim, você acredita que cada uma dessas pessoas fará o melhor para que dê tudo certo com a cirurgia, que você se recupere bem e volte à sua vida com saúde e boa disposição.

Portanto, nesses últimos dias, estou a conviver com completos desconhecidos. Cada um com seu tempo, seu jeito e seu momento. Não é porque a pessoa trabalha na área da saúde que também ela não tem lá seus medos e dúvidas. Estamos TODOS no mesmo barco. Então, hoje o que eu peço ao Universo e aos meus prováveis leitores é que vibrem positivamente por mim. Conhecidos e desconhecidos, estou a aceitar todas as vibrações que venham do coração.

Mas o difícil mesmo nem é tanto conviver com pessoas desconhecidas. Nesses casos, o respeito mútuo é até mais fácil. O duro é conviver dia a dia com as pessoas que a gente mais ama e que nos amam, e respeitar o tempo, o momento, o jeito de cada uma dessas pessoas. A palavra aqui é RESPEITO. Quando a gente aprende a respeitar, não só os mais velhos, mas também os mais novos, o vizinho, o porteiro, ou seja, todas as pessoas que cruzam o nosso caminho, nossa prosperidade fica mais livre para brilhar na nossa vida. Prosperidade é fluxo. 

Namastê! 

segunda-feira, novembro 04, 2019

Dia 13 – Eu tenho metas claras, escritas e definidas, basta pensar que, em menos de 15 segundos, elas se formam na minha tela mental, com clareza

Confesso que não tinha, não... até ver que tinha que escrever sobre isso. Como eu poderia mentir para os meus leitores?? Então fui lá e fiz a lição de casa. Tracei 6 lindíssimas metas que me trarão enorme alegria QUANDO forem atingidas. Tenho que decorá-las e repeti-las sempre para fixá-las em minha mente e no meu coração. Fiz vários cursos sobre empreendedorismo e sei que uma meta tem que ser SMART (inteligente em inglês), ou seja, uma boa meta tem que ter 5 atributos:

S (Específico), M (Mensurável), A (Atingível), R (Relevante) e T (Temporal).

Por exemplo: Quero vender minha casa pelo preço X até junho de 2020.
(esta é uma das minhas 6 metas).

Porém, confesso que elas ainda não se formam claramente em apenas 15 segundos. Conclusão: preciso trabalhar mais nessas minhas metas. E você? Já traçou as suas?

Aqui é quando me lembro da maravilhosa música “Aquele abraço” de outro dos meus ídolos, o adorável Gilberto Gil: “Meu caminho pelo mundo eu mesmo traço, a Bahia já me deu régua e compasso”. Trace você também o seu caminho pelo mundo, por intermédio das suas metas. Namastê!

Aquele Abraço, Gilberto Gil


domingo, novembro 03, 2019

Dia 12 – Eu vou em busca dos meus sonhos: sou o único responsável por eles



Se você deixa o seu sonho abandonadinho em algum lugar empoeirado e escuro, como deseja que ele se realize?

Eu sou um exemplo vivo de uma série de sonhos realizados, desde que me conheço por gente:
- ter um namorado (quando eu tinha os meus 14/15 anos)
- ter uma casa
- ter filhos
- ter carteira de motorista e carro
- ter, ter, ter....

Calma, tem o “ser” também: ser jornalista, ser mãe, ser profissional e dona de casa, ser namorada de alguém, depois esposa, ser motorista, ser escritora, ser dona de uma editora de livros, ser estrangeira em um país novo, ser facilitadora de workshop... etc.

Depois, à beira dos 60, meu aprendizado caminhou no sentido contrário: o desapego. Me desapeguei de quase todos os itens relacionados acima. Até dos livros, que tenho pouquíssimos hoje em dia. Eu radicalizei. O símbolo desse desapego é um vídeo que fiz no Facebook literalmente vendendo minha casa inteira, quando me mudei para Portugal. Foi a melhor coisa que fiz, foi libertador! Mas, pensando aqui comigo, talvez eu tenha dado um sinal contraditório ao Universo. Radicalizar nunca foi uma boa alternativa.

Então, agora, estou em busca do caminho do meio: meu sonho é ter conforto material para me dedicar de corpo e alma ao desenvolvimento espiritual não apenas meu, mas de quem estiver ao meu lado.

Abrir o leque, a cabeça, a alma, o coração. Depois de um tempo encarnada aqui na Terra, meu maior sonho não é mais apenas ser feliz, mas ajudar as outras pessoas também a se tornarem mais felizes. Este é o meu maior sonho, meu propósito nesta vida. E o seu? Você está cuidando dele direitinho?? 

Namastê!

sábado, novembro 02, 2019

Dia 11 – Eu multiplico a prosperidade, aprendendo e ensinando continuamente



Quando eu estudava no segundo grau (hoje se chama ensino médio, né?) e via o comportamento das meninas (sim, era um colégio de freiras, só de meninas) com as professoras, chegava a sentir pena delas e nunca senti o desejo de ser professora. 

Até que, por essas voltas que a vida dá, me vejo hoje na posição de professora “ensinando” no meu workshop “Escrever cura!”. Na verdade-verdadeira, sou eu quem mais aprende ali. Mas a troca é fundamental, para que tudo flua energeticamente de forma positiva entre “alunos” e “professores”. Mas deixei as aspas porque prefiro o termo “facilitadora” – alguém que te pega pela mão e te leva a iniciar um percurso.

Só que ensinar, a gente ensina o tempo todo, com o nosso exemplo, as nossas palavras... Eu, por exemplo, aqui no meu blog. Tem gente (meus amados filhos, por exemplo) que não acha bacana ter um blog e ficar contando as nossas ideias “pra todo mundo”. Não eu. É preferível vir aqui escrever, nem que seja para “meia dúzia de gatos pingados”, como se diz, do que escrever nas páginas de um caderno fechado no fundo de uma gaveta qualquer.

Também tenho meus cadernos fechados, muitos deles. Mas esse conhecimento sobre a prosperidade e a abundância devem ser agora repartidos, compartilhados com o maior número de pessoas, para que a gente possa, finalmente, manifestar essa abundância material na nossa vida, e, em seguida, evoluir espiritualmente. Porque uma vez resolvida a questão material, de uma vez por todas, a gente fica livre para crescer nas outras áreas da nossa vida. Como já falei aqui nesta série de textos sobre os mandamentos da prosperidade.

Quando ensino, sou eu quem mais aprende. Custei a entender isso. Mas é assim que funciona.
Tem dinheiro suficiente e abundante pra todo mundo. Não é preciso matar nem roubar para ficar rico, ou rica. Aliás, quem mata e rouba é tão pobre de espírito, que é digno de piedade.

Portanto, sigamos aprendendo e ensinando todos os dias, onde quer que estejamos. Que mais cedo ou mais tarde, a semente da riqueza brotará na nossa vida. Um bocadinho de fé também ajuda. 


Namastê!

sexta-feira, novembro 01, 2019

Dia 10 – Consistência é a minha marca: Hoje, Amanhã e Depois




Se você é daquelas pessoas assim:

— Ah, tá bom, vou visualizar a minha prosperidade aqui rapidinho.

Sinto muito... não vai funcionar. Para que a prosperidade BRILHE na sua vida, você precisa de CONSISTÊNCIA. Gostei dessa palavra: consistência. Na visualização, por exemplo, você tem que ser consistente. Uma vezinha só de visualização não vai resolver nada, nem mudar absolutamente nada na sua vida. Nem pensar. Por isso, é bom criar uma ROTINA. 

Como ouvi de uma mocinha muito sábia, a Fernanda Miranda, a rotina organizada pode ajudar a aplacar um dos males do século: a ansiedade. Foi uma querida amiga que me “apresentou” virtualmente a Fernanda e enviou este link ontem (olha a sincronicidade...). Veja o que ela diz sobre a rotina, neste vídeo aqui.

Portanto, a rotina tem o seu lado bom. Rotina tem a ver com consistência, com perseverança, com resiliência, que são características que devemos cultivar em nós, pois elas nos ajudam a obter os nossos objetivos, HOJE, AMANHÃ e DEPOIS. É tão simples essa ideia e tão poderosa, que o texto de hoje é curtinho, mesmo. Namastê!

(A partir de agora, vou usar esta expressão todos os dias, ao me despedir de você. Caso você ainda não saiba, segue a explicação do seu significado, pela minha nova amiga Sandra: “Quando dizemos namastê, estamos reconhecendo e aceitando o divino que todo ser humano tem. Deus que está em mim, saúda o Deus que está em ti. Parar de procurar defeitos e valorizar as qualidades no próximo é fundamental para nosso crescimento. Todos têm algo a nos ensinar. Nem que seja o que não se deve fazer rsrss. Faço questão de reconhecer e agradecer aqueles que contribuíram de alguma forma na minha caminhada”).