segunda-feira, janeiro 11, 2016

Felicidade engorda



Sim, minha teoria é precisamente esta: a felicidade engorda. Se assim não fosse, por que se fala em COME-morar? Toda comemoração, em geral, envolve comida. Muita comida gostosa. E bebida. Daí você não come porque está de dieta. O que acontece com o seu humor?? Fica péssimo, é claro. Você vendo aquela pessoa magra devorando os doces à vontade e você ali, comendo só uma fatiinha. Ah, tenha dó. Não há humor que aguente...

Outro aspecto: todo gordinho é feliz e bem-humorado. Isso não é uma regra absoluta, mas digamos que é 80% verdade. Na minha família, basta a pessoa estar com fome (não aquela fome grave e cruel da desnutrição, mas aquela fome de quando o almoço atrasa por alguma razão, sabe??) pra o mau humor atacar. Não sei se é uma coisa genética, mas assim é.

Mais um aspecto: quando você está feliz e contente, você quer apreciar uma boa comida, um bom vinho, uma boa companhia, um bom papo. Tudo isso vem junto. Não dá pra dissociar uma coisa da outra.

E nas viagens, então?? Você está em férias, bem feliz e contente. Passeando, conhecendo novas pessoas, novos lugares. Bater perna nesses lugares dá uma fome danada. E na hora da fome, quem resite a uma boa batata frita na Bélgica, por exemplo? Ou a um chocolate suíço na Suíça? Ou a uma bacalhoada regada no azeite em Portugal?? Ou a um crepe em Paris? Não dá, simplesmente não dá pra resistir a isso.

Dai, pronto! O zíper da calça começa a denunciar o seu pecado da gula.

E então você faz dieta, emagrece, fica feliz quando o zíper sobre com facilidade. Gosta da sua silhueta no espelho. Mas tudo nesta vida tem um preço. Você fica magra, OK. Até a próxima festinha ou happy hour ou casamento... Happy hour... Porque é tão happy essa hour?? Porque tem bebida (em geral, cerveja, que engorda pra caramba) e/ou um monte de frituras... Coxinha, pastel, de novo a fatídica batata frita...

Já o oposto da minha teoria apenas a comprova: a tristeza emagrece. O que você perde primeiro quando está triste?? O apetite, é claro. Fica sem vontade de comer nada. Fica com aquela aparência triste e abatida. Magra, triste, abatida. Ninguém quer esses adjetivos para si, quando eles vêm assim, tudo junto e misturado.

Por isso é tão difícil emagrecer. É por isso, está explicado.

Por favor, convença-me do contrário nos comentários.

O único problema é que tem o lance da saúde nessa equação. Não estou aqui para defender as gordinhas não (incluindo a minha própria pessoa). Estou aqui para entender como funciona esse mecanismo da fome + alegria + gordura + regime + tristeza... etc.... Nunca fui boa em matemática e não sou boa nessa equação, devo reconhecer. Mas... é preciso manter a saúde, o que tem a ver com manter um peso saudável. E lá vamos nós buscar a felicidade na endorfina. Eu sei dizer que amanhã eu estarei firme e forte correndo na esteira do clube. E tenho dito.