quarta-feira, novembro 28, 2007

Drogas - capítulo 2

A Jacque é enfermeira, e fala com conhecimento de causa. Ela fez um comentário que merece um novo post. Porque eu só comecei a falar nesse assunto. Espero, de verdade, contribuir para que os pais conversem mais com os filhos sobre o assunto (ou vice-versa).
Por que não??

Este aqui é o capítulo 2:

O uso de drogas virou uma pandemia. Não há como negar que ele ultrapassou a barreira do social e do econômico para atingir o da Saúde Pública. Cada vez mais jovens entram nessa fria, morrem em decorrência do uso de drogas e álcool - seja de overdose, seja baleado por não pagar a dívida com o traficante, seja baleado por invadir o ponto de venda de droga do outro, seja por acidente de carro ou moto por imprudência (com as drogas todos são invencíveis, inatingíveis e poderosos) seja por infarto (já que dependendo da droga ela acelera e muito os batimentos cardíacos - e quem tem arritmias ou outro problema e não sabe... bau, bau). O que mais me impressiona é a maneira como os pais lidam com isso: ou não se fazem presentes no dia-a-dia dos filhos, tratando-os como se ainda tivessem 7 anos de idade (são bonzinhos, freqüentam a escola diariamente, fazem o dever de casa, recebem a mesada para só comprar merenda e chicletes; ou então tentam suprir toda a sua ausência dando carros, motos, computador, aparelhos de som, celular de última geração, roupas de marcas, viagens e etc - e numa dessas, o filhinho ou filhinha partiu dessa pra melhor ou foi preso por tráfico!

Minha irmã estava conversando com um amigo no clube e ele disse que comprou um Audi pro filho de 19 anos! Ela disse a ele: "mas quem merecia ter um Audi é vc, que trabalhou duro pra ter o dinheiro que tem; seu filho tem só 19 anos - ele vai acabar com o carro, vai bater pega e etc. Primeiro carro pro filho de 19 anos tem que ser um Uno Mille OU um Pálio, e olhe lá! Melhor mesmo seria ele trabalhar e vc ajudá-lo a comprar um carro - ele tem que fazer uma parte para dar valor ao que conseguiu". Sabe o que o cara respondeu? "Eu sei, e vc tem razão, mas fico com dó dele! Não quero que ele rale o que eu ralei pra conseguir ter as coisas. Quero dar a ele tudo o que eu queria ter na idade dele e não pude!" - É MOLE, SILVIA? Por isso que os jovens das classe mais favorecidas não têm limites! Eles têm absolutamente tudo - não precisam lutar pra ter nada. Por isso se envolvem com o tráfico - no tráfico eles têm que lutar contra a polícia e contra os outros traficantes!

Nooooossa! Escrevi uma tese! rsrsrsrsrs!

Espero que alguns pais leiam seu post!

Beijos.

Jacque

terça-feira, novembro 27, 2007

Os jovens e as drogas

Algo me diz que preciso colocar aqui no blog umas informações sobre drogas.
A questão é que as drogas TÊM sim um lado positivo.
E não tem como combater a influência negativa delas, ignorando esse fato.
Bom, pra começar, vou colar um texto aqui sobre o assunto, que eu peguei no site da Seara Bendita.

Neste link aqui tem muito mais informação, se for o caso.

As Drogas
As drogas estão mais próximas e acessíveis, mas os jovens se mostram mais esclarecidos quanto aos efeitos negativos do uso de tóxicos, classificando o usuário como alguém preguiçoso, chato e sem futuro. Essas são algumas das revelações da recente pesquisa encomendada ao Ibope pela Associação Parceria Contra Drogas, em comemoração do primeiro ano de campanha na mídia.

Nesta segunda rodada da pesquisa - a primeira aconteceu em abril de 96, antes do início da campanha "Drogas nem morto", foram ouvidas 700 pessoas, entre 9 e 21 anos, residentes em São Paulo, Rio de Janeiro, Porto Alegre, Salvador e Campo Grande. O objetivo do estudo é orientar as próximas ações da APCD e avaliar o que foi feito até agora. De acordo com os dados coletados, tudo indica que a Parceria está no caminho certo. As campanhas tiveram alto índice de aceitação: dos 84% de entrevistados que declararam ter visto alguma propaganda de prevenção ao uso de drogas, 44% lembram-se de mensagens da Parceria.

A pesquisa indicou um aumento significativo no grau de exposição às drogas na faixa dos 9 aos 12 anos, com um aumento de 6 pontos percentuais em relação à pesquisa anterior. E a ausência do assunto "drogas" na família também apareceu na pesquisa. 29% dos jovens declararam que ainda não mantêm diálogo sobre drogas com os pais. A expectativa do presidente da APCD, Paulo Heise, é de que esse número caia: "Os comerciais da campanha podem servir também como pretexto para a conversa entre pais e filhos que estão na mesma sala assistindo à televisão; um comentário sobre o filme pode quebrar a barreira e indicar o início de um papo informal, mas que ainda é tabu nas famílias brasileiras."

sexta-feira, novembro 23, 2007

Um desejo no lugar errado


Olha só que erro: botei na minha lista dos desejos que quero escrever um livro por ano, mas na parte da velhice.... Não!! Isso tem que ser agora!! Antes que eu fique velhinha....

E antes que alguém fale qualquer coisa, vou fazer 50 anos no ano que vem, mas estou loooonge de me considerar "velha", no mau sentido da palavra. Sou antes uma criança (na alma), ainda que tenha algumas rugas e alguns (vamos ver quantos) fios de cabelo branco. Todo dia aprendendo coisas novas, de preferência.

(a imagem é daqui)

quinta-feira, novembro 22, 2007

Agradecimentos

Oi, Universo,

Não é justo eu chegar aqui e ficar pedindo, pedindo, só.
Na verdade, de acordo com O Segredo, fiz as coisas na ordem inversa. Primeiro, eu deveria ter agradecido. Aprendi já a agradecer todos os dias, todas as coisas maravilhosas que acontecem na minha vida. (Na sua também acontecem, viu?) Quer ver?

Eu tenho que agradecer hoje, por exemplo, pelo lindo céu azul que vi da janela da cozinha enquanto tomava o café da manhã.
Tenho que agradecer até pelo meu travesseiro (adoro meu travesseiro!!) e pelos meus sonhos.
Pelos meus filhos e neta, pelo maridão que me liga "n" vezes por dia (esses telefonemas até chegaram a gerar comentários maldosos, num emprego anterior, sabia?)
Pelo meu pai, minha mãe e seus respectivos pares.
Pelo meu emprego, meus colegas e pelas risadas que damos lá todos os dias.
Pelas viagens que já fiz, pelos sonhos que já realizei (Paris, Londres, Buenos Aires, reveillon no Rio de Janeiro, Nordeste e tantas outras)
A gente tem que agradecer até mesmo pelos nossos "inimigos" que nos desafiam a rever as nossas posições pra ver se as críticas que nos fazem têm fundamento (ou não).
Contei que logo depois que vi O Segredo pela primeira vez achei uma pedra na mala?
Meu pai que fez questão que a gente assistisse ao DVD, quando a gente levou a Helena p/ Caraguá, para ele conhecer a bisnetinha. Eu gostei daquela parte do filme da pedra. E decidi que encontraria uma pedra para simbolizar tudo aquilo que tenho que agradecer que existe de bom na minha vida. Daí sabe o que aconteceu? Quando fui arrumar minha mala e guardar minhas roupas, lá estava ela, a pedra. Ficou no meu criado-mudo, lá bonitinha. Olho para ela todas as manhãs e todas as noites e agradeço.
Não dá pra pôr aqui a lista completa de tudo o que eu tenho pra agradecer... sorry!!

PS.: Faz tempo que ninguém pede uma consultinha sentimental, pra variar... Vou botar o email aqui de novo: sangerami@gmail.com.

terça-feira, novembro 20, 2007

Desejos

A raça humana é assim: por mais feliz que esteja a vida da gente, a gente sempre tem desejos.
Uns secretos, outros que dá pra contar aqui no blog. Se bem que eu acho que não tenho desejos secretos, não....
Bom, mas a verdade é que no dia 2 de março de 2006 eu fiz um post aqui revelando os meus desejos e organizando por área.

Hoje, ponho a lista aqui de novo, com muitos desejos já realizados, de outros eu já desisti, não eram prioridade. E tem desejos novos, é claro.

Com essa história de anteciparem o Natal, eu tb resolvi antecipar os meus desejos.

Além disso, todo dia é dia de formularmos os nossos desejos. E o Universo responde: Your wish is my comand! (pelo menos foi isso que eu aprendi com O Segredo).
Bom, chega de bá-bla-blá.

Lista de desejos
(de 2 de março de 2006, atualizada em 20 de novembro de 2007)
(depois faço a lista dos desejos que sobraram mais os desejos novos.... )

Desejos de aperfeiçoamento profissional
1) Realização profissional
2) Escrever e lançar meu livro (lançamento: dia 18/12, do primeiro de uma série)
3) Conseguir trabalhar em casa e ganhar bem
4) Aprender a lidar com números (tô aprendendo, até comprei uma calculadora)

Desejos materiais
5) Notebook. Pode ser este aqui. (o meu é ainda mais bacana)
6) Ter dinheiro aplicado
7) Nunca mais entrar no cheque especial (meu limite tá bem baixinho)
8) Pagar as contas todas em dia (coloquei tudo em débito automático)
9) Ter um Honda Fit
10) Ir ao cinema uma vez por semana

Desejos estéticos/físicos
11) Ser um pouco mais magra e não engordar nunca mais
12) Usar perfume bom todos os dias (adotei o Humor, da Natura, que ganhei de presente da Carol. Olha a descrição: Borbulhante pela rica explosão de frutas cítricas, com pitadas de gengibre e flor de laranjeira. Fragrância floral fresco para ser usada por homens e mulheres. Uma combinação de óleos essênciais exclusivos da Natura - é mto bom!! =)
13) Ser estilosa p/ me vestir (vou trabalhar de Crocs e levo meus sapatos corporativos, para uma emergência qualquer)
14) Deixar de gostar de doces
15) Andar todas as manhãs

Desejos domésticos
16) Projeto de decoração em casa
17) Varanda no quintal
18) Viver em harmonia em casa (tem sido bom morar na minha casa, preciso agradecer por isso, todos os dias)
19) Ter uma empregada que cozinhe bem e que cuide da gente
20) Ver minha família feliz (também preciso agradecer por isso todos os dias)
21) Ver minha família saudável (idem)
22) Fazer o Guilherme conseguir ajustar o rádio-relógio
23) Receber muitos amigos em casa, sempre
24) Fazer com que o Tom não esqueça as coisas
25) Contribuir, dar força p/ o Tom ser um excelente arquiteto
26) Fazer com que a Biba seja mais cuidadosa (ela tá muito mais cuidadosa e até estudiosa, preciso agradecer por isso tb)
27) Ajudar a Biba a se realizar profissionalmente na carreira que ela escolher
28) Estar presente quando a Biba for ter os filhos dela
29) Ser mais prendada na cozinha

Desejos de ajudar os outros
30) Ajudar pessoas a crescerem profissionalmente (arrumei um emprego p/ uma amiga, e terminou em namoro, acho que fiz uma coisa boa este ano)
31) Trabalhar na Seara ou em outro centro espírita por vários anos seguidos (tô firme lá!!)

Desejos de aperfeiçoamento moral
32) Ser uma sogra legal (acho que a Rafa gosta de mim!! =)
33) Ser uma sogra querida (acho que sim)
34) Parar de ficar nervosa
35) Parar de gritar (quando fico nervosa) - nossa, melhorei bastante!!
36) Parar de roer unhas
37) Parar de implicar com os outros no trânsito - melhorei bastante também!!
38) Deixar de ser indecisa
39) Ser mais paciente em todas as circunstâncias
40) Ter mais humildade
41) Não alimentar ódio nem ressentimento de quem quer que seja (já superei isso)
42) Aprender a perdoar mesmo quando a pessoa não pede perdão
43) Ser mais tolerante
44) Ser mais atenciosa com a minha mãe (lembro de ligar quase todos os dias!!)

Desejos sociais
45) Ser mais simpática ao receber as pessoas aqui em casa
46) Estar sempre disponível para ajudar os amigos
47) Marcar encontros sempre com as minhas amigas

Desejos de viagens
48) Viajar todo ano durante 30 dias
49) Viver alguns anos fora do Brasil
50) Ver neve
51) Conhecer a Toscana
52) Voltar a Seattle, com a família
53) Voltar a Paris, com a família
54) Conhecer Nova Iorque

Desejos para a velhice
55) Ser uma velhinha simpática
56) Ser uma velhinha saudável
57) Curtir todos os meus netinhos (já comecei!! comecei bem, com a Helena!!)
58) Ter uma chácara
59) Escrever um livro por ano
60) Assumir os cabelos brancos e cortá-los curtos (tinta? adeus!! e vamos ver no que vai dar isso)

Outros desejos
61) Ver algumas estrelas cadentes capazes de realizar metade dos meus 61 desejos

segunda-feira, novembro 19, 2007

Prête-moi ta main


Vimos um filme tão bom, mas tão bom nesse feriado, que não quis mais ver nenhum outro, porque certamente não seria tão bom quanto o primeiro. Sabe aquele tipo de filme que faz você rir muito e depois chorar? Eu adoro esse tipo de filme. Em português, ficou "A Noiva Perfeita".

Algumas piadas são até meio bobocas, mas no filme ficam legais. Um filme francês. Só a sonoridade da língua já vale a pena. A gente sai do cinema querendo falar francês fluentemente. L'amour, toujours l'amour... Esse tema é universal e acho que por mais que falemos dele, nunca é suficiente, sempre tem alguma coisa a acrescentar. Afinal, é disso que a humanidade mais precisa, ainda. O filme tem caras desconhecidas, o que também acho fantástico. Pode ser que sejam atores conhecidos na França, mas eu pelo menos não conhecia nenhum deles. O que é outro ponto positivo, na minha avaliação.

Outra coisa bem legal foi ir ao Belas Artes. A gente fica tão acomodado aqui em Sampa a ir sempre nos mesmos lugares (leia-se Shopping Villa Lobos), que é superbom quando a gente consegue quebrar a rotina e ir a um lugar diferente. De quebra, o Belas Artes nos lembra a época em que começamos a namorar. Nossa, quanto tempo, isso...

Eu adoro finais felizes. Adoro. Já que a gente tá ali pra se divertir, que seja possível sair com a alma leve. Deixa a "realidade" aqui pra fora! Se bem que há vários tipos de realidades. E quem poderá dizer que aquela não é também uma realidade? Então...

Esse filme faz parte de um festival de filmes franceses. No link tem trailers desse e dos outros filmes do festival.

quarta-feira, novembro 14, 2007

Mais uma coisinha da Helena

Não sei se já postei isso aqui (como toda vovó, ando meio gagá) mas é tão engraçado quando saímos com a Helena sem o Tom e a Rafa!!
Porque eu sou velha demais pra ser mãe e a Biba é nova demais.
Então, as pessoas ficam intrigadas quando vêem a gente empurrando o carrinho, e a gente vê isso na cara delas.
Nesse fim de semana passado, então, que tava junto com a gente a Fabi (a babá) ficou mais engraçada ainda a situação.
Eu queria ter uma camiseta assim: "Sou a vovó" e a Biba outra "Sou a tia". Aí ninguém ia ficar pensando coisas.
Hahaha!!
Bom feriado!!

terça-feira, novembro 13, 2007

Carta para Helena 3


Minha querida e fofa Helena,

Este fim de semana seus pais trabalharam que nem uns doidos no Boteco Bohemia. E você ficou aqui em casa com a Fabi (a sua babá). Você completou seis meses no dia 7, na semana passada.

Você está a coisa mais linda, fofa, esperta, já se vira pra lá e pra cá e pelo jeito daqui a pouco tá gatinhando. Sua vovó Nádia foi viajar e ela deve morrer de saudades de você, lá tão longe.

Seu quarto, aqui em casa está bagunçado porque o marceneiro ainda não veio montar o armário embutido. Esse armário já esteve no quarto do seu pai, no apê onde a gente morava. Depois veio aqui pro seu quarto, quando ele ainda era o quarto da sua tia e este ano foi pra casinha da vila onde você e seus pais moravam. Agora que eles mudaram de casa, ele voltou pra cá, mas ainda tá desmontado empilhado lá no quarto.

Eles mudaram porque sua outra vovó decidiu ir pros EUA. E ela foi... E deixou de "presente" pra você e seus pais o apê da França Pinto, onde vocês estão muito bem instalados. E como seus pais trabalham em horários bem malucos, lá no Portella, eles precisaram contratar a Fabi, sua babá.

Eu sei dizer, Helena, que você fez uma verdadeira revolução na vida dos seus pais, que estão lutando bastante pra te dar uma vida boa. Até o petisco que concorreu ao Boteco Bohemia foi inspirado no seu nome: Delícia de Lelê. Mas infelizmente eles não ganharam... Agora, quem quiser experimentar, o famoso quitute continua no cardápio do Portella. É um bolinho de carne de siri com queijo coalho... hummm, uma delícia.

Tá vendo como um bebê é uma das coisas mais poderosas do mundo, na sua aparente fragilidade? Você já come papinha, frutas e sucos. Mas gosta mesmo é de uma boa mamadeira.

Ah, deixa eu te contar uma coisa, pra você dar risada: na hora do seu banho, eu enchi a banheirinha e a Fabi foi ver se a temperatura da água tava boa. Nisso, sabe o que você aprontou? Fez um xixizão em cima de nós 3: Fabi, sua tia Biba e eu! Que danadinha!!

E preciso te confessar uma coisa de vó. Sabe, a gente tem uma tendência a achar que sabemos as coisas mais do que os seus pais (e de fato sabemos, fazer o que?). Parece que tem a ver com o "arquétipo" do papel de vó, que se repete, repete, repete... Só que nós, vovós, precisamos nos controlar, porque agora é a vez dos seus pais cuidarem de você. Eles sabem o que é melhor pra vc e, ainda que cometam alguns errinhos, do nosso ponto de vista, tudo acaba bem no final.

Você veio e criou uma família maravilhosa. Seu pai é desligadão, mas ele te adora. Sua mãe carrega um bonde por você. E eu... bom, eu nem se fala, né? Você chega e arrebata o meu fim de semana e eu só agradeço por isso.

Eu só quero que você seja sempre, sempre, muito, muito feliz, minha querida.

Mil beijinhos da sua

vovó

quinta-feira, novembro 08, 2007

Elvis - Sylvia

Em homenagem a mim mesma, no dia de hoje. Decretei que todo dia é um dia especial.

Going gray

Preciso voltar ao tema, sorry pelo repeteco.
Mas é que a minha amiga Pri me perguntou pelo msn se eu tenho muito cabelo branco. Eu não sei! Agora que vamos ver, né??
Os primeiros fiozinhos, tímidos, eu arrancava. Preciso confessar isso. Mas eu ai começar a ficar careca. Então parei.
Morro de medo de pintar o cabelo e de ficar ridícula. Sabe essas velhinhas sem noção? Você olha de costas, pensa que é uma adolescente. Quando ela vira... ui!! que susto. Deus-me-livre-e-guarde de ser assim...
Eu sei que eu atormentava o cabeleireiro do Soho Butantã que pintava os meus cabelinhos... Ele tem uma agenda eletrônica onde anota a coloração das clientes. Eu, na minha santa ingenuidade, achava que a minha "fórmula" não podia mudar nem um centímetro do que tinha dado "certo". Doce ilusão. Acho que ainda tenho vários fios de cabelo escuro.
Prometo ir fazendo meu diário visual aqui. Vamos ver no que vai dar. É como a Paty falou: também, qualquer coisa, se eu estiver me sentindo assim muito velha, o jeito vai ser voltar a apelar para a agendinha do Marcelo, né? Fazer o quê? Mas espero não precisar mais disso.
Obrigada pelos palpites das minhas queridas amigas virtuais Sol (excelente fotógrafa!!!!), Mirella (o blog dela é uma "viagem"!!! eu adoro!!!), Naninha (que abandonou o blog dela, mas não me abandonou, yessss!!!!) e Sandra (que anda sumida pra caramba daqui, snif, snif...). Valeu, mezzzzzmo.

terça-feira, novembro 06, 2007

Vou assumir meus cabelos brancos!!


Gente, eu precisava anunciar minha decisão ao mundo, então vai por aqui mesmo: vou assumir meus cabelos brancos. Isso tá na moda!! Que ótimo. Estou tão aliviada!!

Tem uma escritora linda e verdadeira chamada Anne Kreamer (foto) que escreveu um livro bacanérrimo sobre esse tema, que sempre deixou meus cabelos mais brancos ainda (ainda não li o ivro, mas pretendo ler). Eu sempre fui contra isso de a pessoa querer parecer o que ela de fato não é. Mas sabe como é, toda aquela pressão social... E fui cedendo a ela. Já passei tonalizante várias e várias vezes. Muitas a mais do que eu gostaria. Todo mundo diz que ficou ótimo e tal.

Mas aquela Silvia de cabelos castanhos escuros nunca mais vai voltar a existir, não adianta disfarçar ou tentar fazer o relógio do tempo brecar. O fato é que completarei 50 anos no dia 6 de junho de 2008. Uma pessoa de 50 anos costuma ter cabelos brancos, misturados aos escuros. E a sua cabeça vai gradativamente sendo iluminada... Pra quê lutar contra a Natureza? Já está mais do que provado que não dá certo lutar contra a Natureza. Se a gente acha bonito um homem de cabelo grisalho, charmoso, etc. por que tenho que aceitar a ditadura da tintura??

Olha quanta gente também assumiu, aqui neste link.

Tô nessa. Até já avisei aqui no escritório e todo mundo me achou corajosa. E você, o que acha da minha decisão??

segunda-feira, novembro 05, 2007

Lusco-fusco

foto: Marjorie

Sabe aquele momento do dia em que todas as nuvens no céu ficam coloridas, quando o dia ainda não foi embora e a noite também não chegou?

A gente tentou captar o fim de tarde ontem em SP. Obviamente que a foto não chega nem aos pés da beleza da natureza em 360 graus. Mas dá uma idéia.

Esses momentos sempre são emocionantes pra mim. Sempre penso em tudo de bom que tem na minha vida e em tudo de bom que ainda virá. É um ponto de conexão da criatura com o Criador, um momento mágico e místico.

Que esse fim de tarde seja inspirador durante toda essa semana para mim e para você também.

Boa semana!!