segunda-feira, dezembro 28, 2009

Ano Novo

Os anos estão voando, parece que foi ontem que começou este 2009 e agora ele já ficou "velho"!!
E eu então, que já passei dos 50? Já pensou?
Feliz 2010! Que seja um ano feliz! Cheio de amor, sucesso, saúde, prosperidade, realizações, harmonia, entendimento, todos esses bons sentimentos e qualidades felizes que deixam a Humanidade mais leve!

segunda-feira, dezembro 21, 2009

Bodas de seda


antes e depois

Eu tanto queria uma data pra comemorar a minha união com o Guilherme, que um belo dia decidimos casar, depois de já morarmos juntos há tempos.
Entrei com meu filho na igreja e minha filha foi dama de honra.
Foi bacana!
Isso aconteceu no dia 21 de dezembro de 1997 (já estávamos juntos há 17 anos, desde um certo dia de abril de 1980)
De lá p/ cá, esqueci muitas vezes da data (por causa da bagunça do Natal!) e nem mesmo fotos do casamento eu tinha. Mas este ano, lembrei. Meu marido ganhou um livro do Oscar Niemeyer.
E eu recebi em casa as passagens da viagem para a Europa, com a qual ele tanto sonha.... marcada para o ano que vem.
Bacana, né?
O segredo? Sempre achar que tudo é temporário (e não "para sempre"). Essa coisa de felizes para sempre só funciona mesmo nos contos de fadas.

(a pedido da Rayanna, postei as fotos, mas já aviso que a mais nova ainda não é a atual...)

quinta-feira, dezembro 17, 2009

Lost

Eu adoro Lost.
Recebi um release que não tem como publicar no iG Empregos, mas posso publicar aqui!

ESPECIAL MARATONA LOST NO AXN

Supermaratona prepara os assinantes para a temporada final

Em janeiro o AXN vai facilitar a vida de quem é fã de “LOST”. De 09 de janeiro a 07 de fevereiro, nos finais de semana, a partir das 9h, o canal vai exibir todos os episódios da série até a quinta temporada, começando pela primeira.

Essa é uma chance única para quem quer relembrar os mistérios que cercam a ilha mais enigmática do planeta. Para quem nunca assistiu, terá a oportunidade de acompanhar desde o início e entender o porquê “LOST” tornou-se a série de televisão mais comentada de todos os tempos.

A maratona prepara os fãs para o último ano da série, que estreia dia 09 de fevereiro, às 21h, no AXN.

Confira as datas e horários da maratona LOST:

1ª Temporada: Dias 09 de janeiro, sábado, das 09h às 20h30; e 10 de janeiro, domingo, das 09h00 às 21h30.

2º Temporada: Dias 16 de janeiro, sábado, das 09h às 20h30; e 17 de janeiro, domingo, das 09h às 20h30.

3º Temporada: Dias 23 de janeiro, sábado, das 09h às 19h30; e dia 24 de janeiro, domingo, das 09h às 20h30.

4ª Temporada: Dias 30 de janeiro, sábado, das 09h às 15h30; e dia 31 de janeiro, das 09h às 15h30.

5ª Temporada: Dias 06 de fevereiro, das 09h às 16h30; e dia 07 de fevereiro, domingo, das 09h às 17h30.

terça-feira, dezembro 15, 2009

Saúde

Agradeço a todos que passaram por aqui e me deixaram mensagens de encorajamento.

A Helena já saiu do hospital, ontem, e as coisas voltaram ao normal de novo.

Será que você consegue imaginar o tamanho do meu alívio?

De tudo isso que aconteceu, tão pertinho do Natal, ficam várias lições p/ mim.

1) quando a gente tem um problema, e sente que está fragilizado, temos que ter a humildade de pedir ajuda. E ela sempre vem, e sempre é útil.
2) aquela velha conversa que ninguém recebe uma cruz maior do que pode suportar. Acontecimentos assim servem para fortalecer nosso espírito e nossa fé em Deus.
3) agradecer é muito bom e é preciso também. Agradecer muito, do fundo do coração, por toda a ajuda recebida, pelos amigos reais ou virtuais que estiveram com a gente nesse momento difícil.

Obrigada!

quinta-feira, dezembro 10, 2009

Meningite 3

A Helena melhorou, mas a rotina de hospital durante tantos dias, não é mole, não. Ontem precisou furar a veia na outra mão. Coisa que dói pra valer. Tadinha.

Mas é bem bacana essa coisa da humanização do hospital. Eles fazem de um tudo p/ que aquilo pareça um hotel, e não um hospital. Eles se esforçam.

Comentário maldoso e polêmico: tem gente que se sente em casa no hospital. Mas eu acho que a gente tem que manter aquela distância segura. Não pode sair de camiseta rasgada arrastando os chinelos pelos corredores do hospital, não. Só os pacientes têm direito a tudo. Mas os acompanhantes deveriam manter o mínimo de elegância. Pelo menos, eu acho. A elegância ajuda a manter o astral elevado e a chegar mais rapidamente à cura. Sair de lá o quanto antes: isso é o que todo mundo mais deseja.

Obrigada aos comentários de melhoras. Eles também são importantíssimos numa hora dessas.

A Helena, ao que tudo indica, sairá do hospital no domingo. Pelo menos é o que todos esperamos.

Me visitem no Linkedin: http://br.linkedin.com/in/sangerami

terça-feira, dezembro 08, 2009

Meningite 2

Pois é, estamos aqui no hospital, ainda....

A Helena ainda tem dor. E dói no coração ver ela deitadinha na cama do hospital, sem querer muita coisa.

Mas Nana, eu não sabia que há um baby a caminho, amiga!! que bacana!!!!

Recebi muitos emails de amigos, e dois deles me chamaram mais a atenção: um que diz que tem uma equipe de espíritos do Bem, de Luz ao lado da cama dela.

E outro que me diz para colocar a Helena no colo da Nossa Senhora.

Eu nunca passei por ume experiência como essa como mãe.

Agora, estou aqui como avó, tentando ajudar o máximo que eu posso.

Ontem ela teria supostamente que fazer uma tomografia, mas graças a Deus não foi preciso. Agradeço aos comentários carinhosos e continuo aqui pedindo pensamentos positivos pra minha netinha.

E a pediatria do Hospital Samaritano é toda decorada com pinturas fofas. A artista é a Angela Motta. Ela está aqui acabando de pintar o quarto andar.

domingo, dezembro 06, 2009

Meningite

Minha querida meia dúzia de leitores,
Por favor, orem, rezem, vibrem pela Helena (qualquer que seja a religião de vocês, ou mesmo que não tenham religião nenhuma, apenas pensem no bem dela, please)
Ela tá internada no hospital Samaritano, quarto 410, com meningite.
Mas já está muitoooo melhor hoje do que ontem.
Vamos ver se consegue voltar pra casa amanhã.
Esse foi um fim de semana inteiro dedicado a ela, no hospital.
Ela foi muito bem atendida, e tá muito melhor, mesmo.
Mas só quem é avô ou avó sabe a agonia que é ver ssua neta/neto pedindo remédio, por estar com tanta dor.
Dói bem mais no coração da gente, posso garantir.
Não deu pra saber qual é o tipo da meningite dela, porque como ela estava tomando antibiótico, o remédio tem um efeito que "mascara" o diagnóstico daquele exame de líquor, que eu não desejo pra ninguém.
Boa semana a todos, e obrigada antecipadamente pela força.

quinta-feira, novembro 26, 2009

+ 1 cirurgia

Agora foi o Guilherme, que precisou operar o pé.
Ele fez uma cirurgia no pé no ano passado, mas "zoou" o lugar onde entrou o tal tubinho lá e o médico disse que precisava operar de novo.
Foi ontem no Santa Catarina. Mas viemos pra casa ontem mesmo.
Ando tão estressada.....
Hoje liguei pra um lugar aqui perto, onde eu achava que poderiam alugar muletas.
e a mulher:
- Nós não alugamos.
- Você sabe de algum lugar que aluga (ela é do ramo, oras!!!!)
- Não, mas nós temos muletas a partir de 80 reais.
- MAS EU NÃO QUERO COMPRAR, EU QUERO ALUGAR!!
Eu ando assim, estressada com tudo e com todos.
Mas vou tentar melhorar. As coisas não podem ter controle sobre mim e sim ao contrário.
Acho que duas cirurgias na família NO MESMO MÊS tiram a pessoa do sério. Fala sério!!

quarta-feira, novembro 18, 2009

Guiness

Voltamos ao médico hoje e a Biba comeu McDonald's no almoço.
O médico espantou-se.
Nunca antes nesse país ele viu um paciente comer Mc Donald's com menos de uma semana de cirurgia (daí o Guiness do título deste post).
Rsrsrs
Rimos a valer!
O próprio médico vai virar paciente, vai passar por uma cirurgia amanhã.
Não sabemos do que se trata porque fiquei muito tímida e não perguntei.
Mas como boa jornalista que sou (ou pretendo ser...) sou curiosa, e fiquei na curiosidade.
Ainda assim, posso fazer vibrações positivas por ele.
Do mesmo jeito que as vibrações funcionaram para a Marjorie, funcionarão também pra ele, que vai ficar 15 dias de "molho". tadinho.

sexta-feira, novembro 13, 2009

Hospital não é hotel




Lembra que eu falei que minha filha, a Marjorie (ou Biba) tinha muitas e muitas crises de amigdalite? Pois bem isso agora é passado. Ontem ela extraiu as amígdalas no HC, com o maravilhoso dr. Fábio Pinna.

Deu tudo certo e estamos aqui em casa, comendo muittooooo sorvete.

Pois é.

Só que eu passei uma hora dentro da recuperação no centro cirúrgico e não recomendo a experiência a ninguém que não tenha muitoooo sangue frio (o que definitivamente não é o meu caso).

Muitas crianças, muito doentes, me deixaram comovida, às lágrimas. Eu precisava olhar p/ o teto, disfarçar, enxugar as lágrimas que insistiam em despencar olho afora.

Gente, quanto sofrimento, quanta tristeza nesse mundo, meu Deus.

E como eu sou feliz! Nossa, quanta felicidade, quanta tristeza.

Dizem que Deus dá a cruz do tamanho que as pessoas são capazes de suportar. Nossa, quanta gente forte, meu Deus! Quanta cruz pesada tem nesse mundo.

E a gente reclamando de barriga cheia, que nem diziam antigamente.

E quantas enfermeiras corajosas, e médicos, e gente que tá ali pra ajudar, acima de tudo.

Fiquei muito, muito comovida com isso tudo. Admiro demais essas pessoas que trabalham assim tão próximas do sofrimento alhieo e são como luzes a iluminar a vida de cada um deles.

Nem sempre dá certo, eles perdem um ou outro paciente, eventualmente. Ai, ai...

Mas o fato é que a minha filha está ótima, medicada, cuidada, em casa, feliz, no orkut de novo etc e tal.

E comprei uma banda larga da Vivo, com isso ela agora pode usar o computador no quarto, coisa que ela sempre quis.

Sei que muitos comentaram aqui, desejando tudo de bom, quando confessei que ela estava com problemas de saúde. Agradeço de coração a todos vocês.

Bjs e bom fim de semana.

domingo, novembro 08, 2009

Helena e Bia

Helena e Bia
Este post é pra comentar como netos e filhos são diferentes! O amor, não. Esse é igual.
Mas neto não é filho da gente, né? E sogra é por default aquela coisa chata, que dá palpite na vida da gente que a gente não pediu. Como eu não quero ser sogra chata, procuro não dar palpites. Tento ficar na minha.
Ontem a Helena veio ficar aqui em casa e dormiu aqui, e passou o dia de hoje com a gente também. Ela tá com 2 anos e meio. Tá indo na escolinha o dia todo. Eu só a vejo nos fins de semana e nem em todos... Então, a gente tem uma convivência intensa, de avó e neta, mas às vezes eu não sei como agir com ela, ou ainda a não conheço assim tão bem... Por exemplo: hoje, quando chegamos na casa da Bia (filha da minha amiga Alê, que é só um mês mais nova que a Helena), a minha neta parou na porta e "congelou", estava tímida. Não falou nada a manhã inteira.
Eu não sabia que ela era tímida!! Comentei isso com o Tom e ele me falou: é, mãe, ela é super tímida!!
Engraçado isso. Com filho/a, a gente sempre sabe como agir, ainda que faça besteiras também às vezes. Mas com neto é diferente. A gente também tem a obrigação de educar, mas é mais difícil.
Eu resolvi escrever isso aqui, porque nunca ninguém tinha me falado isso, e esse papel de avó é algo totalmente novo pra mim. A Helena me ensina, me desafia, me surpreende!
Nosso passeio foi meio bagunçado, mas foi bacana. Fomos à exposição do Pequeno Príncipe e almoçamos lá no parque mesmo.
Elas brincaram juntas, separadas, correram, deram risada. E eu tô inteira "quebrada" de correr atrás dela. Por isso que eu acho que ser pai e mãe é beeeem diferente de ser avó e avô. Por mais que a gente queira ajudar, a responsabilidade sobre aquela vida é dos pais. Os avós ficam mais na retaguarda, dando aquele apoio e tal. E essa foi mais uma aventura de ser avó.
Boa semana!!!!
ATUALIZADA EM 13/11, 19h42

domingo, outubro 18, 2009

Para Rayana


Oi, Rayana, desculpe a demora enooooorme pra te responder. Tenho mil desculpas, mas não vou ficar aqui "desfiando o rosário" como dizia a minha avó. Vamos lá. Direto ao assunto.

Hoje vc me diz pra deixar pra lá, que o que tiver que ser será etc e tal. Vou comentar sobre isso depois. Primeiro, vamos ao que vc me disse antes....

Você tinha me dito que:

O Silvia... quero uma "luz".. Meu namoro acabou pq eu era muito chata com ele (não sei pq, ele era um amor comigo).. Ai, na maioria das vezes que a gente se fala ele fica lembrando das coisas chatas que eu fazia e isso acaba me machucando pq eu meio que "me torturo" pq eu era chata e tudo mais.. Eu já tentei voltar,mas ele não quer.. O que eu faço?? Deixo pra lá? Corro atrás? Deixo o tempo passar?? Quando ele falar comigo, o que eu faço?? (tô parecendo uma garota desesperada) kkkkk .. mas acho que é assim que meu coração tá.. Ele não acredita que eu o amo, fica ironizando toda vez que falo isso =/ Mas eu fui chata né?! Tenho que "pagar" pelo que fiz... " E agora José?" kkkk.. O que faço??

Um dos motivos pelos quais demorei tanto a responder, é que fiquei pensando bem nas opções de respostas para esse seu "drama".... Sim, considero isso um drama verdadeiro, sem ironia.

Você afirma que seu namoro acabou porque enquanto ele era um amor com você, você era chata com ele. Do jeito que você fala, parece que você foi levada a acreditar que era chata. Mas em quais circunstâncias? Você acha que dessa vez seria diferente por que? Olha, eu acho que se você foi chata, você agiu conforme as circunstâncias a levaram a agir. Na minha opinião, ninguém muda porque decide agir de forma diferente, porque dentro das mesmas circunstâncias você acabará agindo da mesma forma. Não sei... fiquei pensando que você precisa se relacionar com uma pessoa que compreenda melhor os seus momentos de chatice. Todo mundo tem os seus momentos de chatice nesse mundo.

E o amor é uma coisa muito maior, muito mais forte do que a chatice.

Eu também sou chata às vezes, principalmente na TPM. Nossos parceiros precisam suportar umas chatices de vez em quando. Faz parte. Se não suportam e se ainda ficam jogando isso na nossa cara, não são tão doces assim, você não acha??

Você, Rayana, não precisa de um namorado que fique o tempo todo te lembrando como você foi chata nessa ou naquela ocasião. Pensa bem. Você não quer um namorado que te faça sentir-se mal, ao contrário, quer um que te faça sentir-se bem.

Se esse namoro acabou, acho que deve ter sido pro seu bem, se você quer saber. E olha que na maioria das vezes sempre sou a favor da reconciliação. Mas nesse seu caso.... não sei não.

Você não parecia estar feliz ao lado de uma pessoa que fica a todo momento te achando chata...

Depois você me conta o que achou disso que eu falei.

Agora, vamos à segunda parte.

POR OUTRO LADO.... hoje você falou assim:

Sabe Silvia.. Deixei pra lá.. Se for para a
gente ficar junto vai.. se não, paciência =D

Obrigada de qualquer jeito. Beijos =D

Aí, eu também acho que não é bem assim.
Ainda que vocês não fiquem mais juntos, isso não cabe ao Destino decidir. Na-na-ni-na-não.
Cabe a você tomar essa decisão, ainda que ela seja dolorosa.
Não acho que nós mulheres devamos nos sujeitar às decisões dos homens. Essa coisa de amor e de relacionamento, de sedução, etc... tem a ver com o que a gente acredita ser melhor para a gente.

Tenho amigas que ainda ficam de braços cruzados esperando o tal do Príncipe Encantado, essa figura mitológica inexistente na vida real.

Mas tenho amigas que vão à luta e encontram um par nas condições mais adversas. E isso não tem nada a ver com beleza física, nada disso. Tem a ver com atitude. Se você tem uma atitude receptiva, se está bem com você mesma, seguramente vai aparecer alguém na sua vida que vai notar aquele brilho especial nos seus olhos e você vai perceber que essa pessoa acaba se tornando especial por alguma razão para você também. Isso absolutamente não é difícil de acontecer. Daí, vem a parte de ir à luta e se você acha que vai ser legal ficar com aquela pessoa, é preciso investir certa energia nesse relacionamento.

Bom, é isso que eu acho. E acabei escrevendo demais de novo, pra variar.

Mas acho que tem bastante material aqui pra você pensar, refletir e tomar as suas Decisões.

Espero ter ajudado.

Me conte o que você resolveu, boa semana, boa sorte e obrigada pela audiência!!

bjs

Silvia

quinta-feira, outubro 08, 2009

+ 1 consulta sentimental


Recebi um comentário que é uma consulta sentimental.
Como os assuntos do coração normalmente não podem esperar muito, vamos lá....

Ela disse assim:

Ah, Silvia...
Adorei seu site, realmente vc ajuda a quem está com problemas que nem eu e minhas amigas...
Gostaria que vc me ajudasse porque eu não aguento mais a situação a que estou me submetendo...

Veja...
Tudo começou há uns 4 ou 5 anos atrás...
Eu estudava com "João", e uma amiga minha acabou gostando dele... Decidi ajudá-la, porém João acabou por confundir as coisas e acabou gostando de mim... Porém, eu prometi à minha amiga que não iria fazer nada enquanto ela gostasse dele... Com isso o tempo passou... Ele começou a namorar, minha amiga, eu também... Enfim... Porém, esse ano, eu sofri MUITO por uma pessoa que acho que seria um capítulo a parte nessa história... Enfim... Fui humilhada e tudo mais... E "João" voltou na minha vida... Porém dessa vez, acho que eu que acabei confundindo as coisas e agora eu estou sofrendo... Pq afinal, eu não sei o que ele quer ao certo comigo, se ele quer alguma coisa de verdade, ou talvez ele esteja querendo se vingar, quem sabe? Ou só está me enrolando, ou coisa do tipo... Por favor, me ajude!!! Me diga, o que eu posso fazer???

Beeeijos

obrigada

Bom, eu não entendi direito algumas partes.
Você não gostava do João, lá no comecinho da história, não?? Abriu mão de ficar com ele só por causa da promessa que fez à amiga?
E ele, sabe da armação de vocês??
(desculpe falar assim, mas parece que vocês fizeram uma armação p/ ele gostar da sua amiga, foi isso mesmo?)
E então, agora, você gosta dele, ou acha que gosta, porque teve uma desilusão com outra pessoa?
Se for isso mesmo, o que você precisa fazer primeiro de tudo é olhar pra dentro de você e identificar se é amor isso que você sente (ou atração, ou vontade de ficar junto, ou carência afetiva, ou, ou.... )
Quando você tiver certeza que é amor, aí sim, é hora de procurar ficar perto do seu amor, de ser sincera, de contar tudo o que aconteceu, de conquistá-lo. Se ele gostou de você da primeira vez, pode ser que você consiga conquistá-lo de novo. Você tem boas chances! Não vou ficar aqui te dando fórmulas de conquista, porque não acredito nisso, acredito no amor verdadeiro. Esse sim tem tudo pra dar certo.
Talvez o próprio João não saiba mesmo o que ele quer com você.
Mas você tem que saber o que quer com ele.
Você não pode ser uma "mulher-objeto" e ficar à espera do que ele quer fazer com você ou deixar de fazer, não é mesmo?
Quando você tiver clareza do que deseja, você saberá como agir.
Não sei se ajudei muito, porque achei que todo mundo está confundindo muito as coisas nessas histórias entrelaçadas.
Maria que amava João, que amava Verônica, que amava Jorge e por aí vai.... parece aquela música, né? do Chico Buarque (gênio).
Se quiser, me escreva de novo pra gente continuar essa conversa.
Bjs
Silvia

quarta-feira, outubro 07, 2009

Do limão à caipiríssima




Oi, leitor/leitora,

Desculpe o sumiço, mas estou trabalhando aqui, então, minha energia internética fica toda concentrada lá.

Minha filha tá bem, tem consulta no otorrino na sexta para eventualmente marcar a retirada das maledetas das amígdalas. Agradeço a todos os comentários carinhosos.

Mas hoje vim aqui falar de um assunto muito sério, que aconteceu com uma amiga minha muito querida.

Mas quem vai contar, é ela mesma. Que sirva como um alerta para todas nós, mulheres.

Do limão à caipiríssima

Solange Calvo

Amanhã, não. Na semana que vem. Melhor no próximo mês. E o tempo voa, quando o assunto é exame médico. Especialmente quando se trata de mamografia. Afinal, quem está disposta a transformar a mama em uma panqueca? É exatamente isso o que acontece quando realizamos essa prova de fogo.

Até que num desses desafios descobriram um nódulo em minha mama direita. Assim que ouvi a palavra “nódulo” deslizando da boca do médico, a foice da morte se instaurou em meu pescoço, involuntariamente. Do laboratório até em casa, questionamentos me torturavam. Será que terei de tirar a mama? Toda? Aproveito para reduzi-las, pois sempre quis. Mas terei de fazer quimioterapia? E se tiver, ficarei careca? Pode ser uma oportunidade de colocar uma peruca loira, ter cabelos longos...

Depois de idas e vindas ao centro médico para complementar exames, o dito estava mesmo lá, e indicaram punção. A internet me fez viajar nas mais medonhas e assustadoras definições e depoimentos sobre punção, mastectomia etc (não recomendo essa viagem). Evoluí então para a pesquisa das mais modernas técnicas de reconstrução e reparação de mamas (já pensei no pior) até me entregar à avaliação da principal entidade, o mastologista. Entidade sim, porque nessa altura você quer q ele realize um milagre. “Não tem nada aqui, pode ir pra casa e relaxe”

Descobri então que podemos vencer o câncer de mama. É muito simples, caso você o identifique logo no início. Foi o meu caso. Isso porque sempre fiz das minhas mamas panquecas uma vez ao ano! E esse “nódulo impertinente” era recente, com menos de um centímetro (características fundamentais). Em meio à tremedeira das pernas, o médico anunciou o próximo passo: mamotomia!

Não foi agradável. Mas eliminou a internação. Anestesia local (próxima às costelas, com a agulha inclinada para a mama). Depois disso, entra em cena um aparelho para perfurar a mama, cortar fragmentos do dito e sugá-los para a biópsia (outra palavra assustadora – Hitler deve tê-la usado bastante em campos de concentração). Dói sim, mesmo com anestesia, mas é rápido.

Mamas enfaixadas com muito gelo e no dia seguinte tudo OK. O dito era tão pequeno que saiu todinho. Foi preciso colocar um clip de metal (titânio) para marcar o ponto exato onde ele morava. Por que isso? Se o resultado acusar ser maligno, como o médico encontraria o local para limpar tudo e tirar um naco da minha mama?

Foram cinco dias de orações intensas de amigos e familiares, promessas mil para que o resultado fosse favorável. E foi! Ausência total de malignidade! Renasci! Mas teria o mesmo desfecho caso fosse maligno. Porque bastaria tirá-lo, cortar uma fatia da mama, sem mutilações, ao contrário, ela ficaria até mesmo mais empinada!

O pulo do gato é o diagnóstico precoce. TUDO pode ser resolvido quando fazemos autoexame no banho e realizamos frequentemente a mamografia. Nenhuma mulher irá morrer de câncer de mama se for disciplinada. O medo de encontrar algo ruim inibe a realização do autoexame e da mamografia. Mas temos de torcer para encontrar logo porque poderemos vencê-lo!

E o clip de metal? Ele ficará aqui na minha mama, sem problema algum para meu organismo. Como vale US$ 600, agora ela está valorizada para sempre e sinalizará o dia em que dei a volta por cima e segui em frente.




quarta-feira, setembro 16, 2009

Resposta para Rayana

A Rayana comentou:
eita giose.. vc me deixou preocupada.. sei que não conheço Silvia, mas pelo pouco (pelo blog) já trago um afeto enorme por ela (ela me ajudou demais com resposta nesse blog) .. Aconteceu alguma coisa foi?? Silvia, se precisar pode ter a total certeza que todos que leem e pedem seus conselhos vão estar aqui para te apoiar em tudo.. Ai vc escreve e a gente comenta... Os "pacientes" vão cuidar da "médica" =D Qualquer que seja o problema pode ter a certeza que vai passar!! Nós do "consulta sentimental" estaremos aqui quando vc precisar.. Beijos
Então, Rayana, agradeço demais todo o seu carinho, mas não precisa se preocupar.
Na verdade é apenas mais uma crise de garganta da minha filha, que vai operar as amígdalas. E aí então, espero que não fique mais tão doentinha assim. Mas ontem fiquei chateada com a situação e li um texto maravilhoso da Giose, no Barbaríssimo, sobre "coragem", que recomendo fortemente.
Também estou devendo um post sobre ciúmes, que deverá sair em breve. Enquanto isso, o jeito é se contentar com o que eu já escrevi aqui sobre o assunto....


terça-feira, setembro 08, 2009

Mais uma consulta

Consulta sentimental Sthephanny

Ela escreveu aqui na caixinha de comentários:

Ah Silvia.. vc naum sabe como isso faz meu coração ter mais esperanças no meu namoro q acabou ha um mês!! Eu o trai mas me arrependo.. o problema foi q eu menti e ele descobriu por conta de outra pessoa.. ele ficou chateado pq eu naum fui "mulher" o bastante para contar a ele.. o problema é q agora ele diz q não confia mais em mim, que se eu fiz uma vez posso fazer novamente... Por um lado ele tem a razão de ficar chateado, mas eu o amo demais e queria fazer algo para ele ver que pode ser feliz ao meu lado. O que eu posso fazer para ele ver que é com ele que eu quero ficar? Como eu posso demonstrar que ele vai ser feliz ao meu lado.. Por favor, não diga: "Ah é só vc mostrar q está uma pessoa melhor..." Mas sim como eu posso ser essa pessoa melhor! Obrigada.


Oi, querida Sthephanny (coloquei seu nome porque você comentou usando este nome e não me pediu sigilo, espero que esteja tudo certo quanto a isso)

O arrependimento é, de verdade, o pior dos males, o pior dos castigos.

Não tem como fazer o relógio do Tempo andar para trás, e o arrependimento é como uma ferrugem, que corrói a alma da gente, de forma dolorosa.

Ninguém costuma contar ao parceiro sobre uma “traição”. O problema não é contar ou deixar de contar, mas fazer ou deixar de fazer.

As tentações estão aí, para não me deixar mentir. Elas existem e são tão mais fortes quanto mais “abrimos a nossa guarda” e nos iludimos com uma vida irreal, que não é a nossa verdadeira vida.

Nesses casos, se você acredita que ama o seu namorado, eu sou a favor de uma atitude que muitos podem até achar polêmica: mas a pessoa já está arrependida e humilhada, então o jeito é se humilhar ainda mais, no sentido de assumir uma atitude humilde, admitir o erro, deixar bem claro que sabe que errou, mas quem não erra, cara pálida? Quem não conhece aquela história do “atire a primeira pedra”?

A posição da pessoa traída, que está com o orgulho ferido, é muito cômoda também, né?

Ela quer ver o parceiro sofrer desse remorso corrosivo. É isso o que ela quer.

Então a pessoa que traiu precisa deixar claro que se arrependeu mesmo, de verdade, e provar o seu amor, jurar que nunca mais fará nada parecido, que aprendeu a lição.

(qualquer semelhança com a Maia e o Raj da novela "Caminho das Índias" - que estou acompanhando nessa última semana - é pura coincidência, e sim, eu acho que o Raj deveria sim perdoar a Maia).

De que forma?? Bom, se a pessoa que traiu conhece bem o namorado/a, precisa partir para o “ataque” no bom sentido, é claro! Precisa reconquistar aquele coração ferido.

Como fazer isso? Não sei... quem sabe torpedos apaixonados? Ou esperar a pessoa em um lugar onde você sabe que ela passará com certeza e surpreendê-la com um buquê de flores (se for mulher) ou com um par de ingressos para aquele jogo de futebol do seu time do coração (se for um homem) – aqui, é preciso usar a criatividade. Uma bela carta de amor, enviada pelo correio.... que idéias vocês tem mais??

E aproveitando um pouco dos conhecimentos da neurolinguística, crie a imagem da reconciliação na sua mente. Crie a cena, em todos os detalhes, e acredite nela, sinta a emoção daquele momento de reconciliação.

Acho que é assim que funciona. Só não pode pisar no tomate de novo (pular a cerca, o que quer que seja). Aí, fica mais difícil, né?

Tornar-se uma pessoa melhor também é uma boa idéia, mas é um tanto quanto abstrata. Nem toquei nisso, você percebeu?

Boa sorte!

O OUTRO LADO

Tem também o outro lado da moeda. Fiquei alguns dias sem conseguir acessar os comentários e achei hoje um comentário antigo, muito bom, que fala por si só.

Lá vai:

Hoje, após minha caminhada matinal, pensando em como resolver todas minhas incertezas e tomar um rumo na minha vida, comecei a pesquisar assuntos sobre traição na internet e encontrei esse Blog. A desconfiança é um veneno que mata lentamente. As vezes me pergunto se amo demais meu companheiro para insistir em nosso relacionamento repleto de desconfiança (da minha parte) ou se NÃO me amo o suficiente para dar um novo rumo para a minha vida! Ele já me deu provas de traição e estou, há cinco meses, "tentando" superar... mas constantemente me pego sofrendo por achar que ele está cometendo as mesmas "sem-vergonhices" de novo! Isso não é vida! O difícil é achar o caminho certo para a "libertação"! Quero minha liberdade de novo! A liberdade de sentir, de viver sem mágoa e desconfiança, liberdade de amar sem julgar o merecimento do amado, de brincar, dormir, rezar com leveza no coração!
Talvez meu erro esteja em buscar respostas. Ao invés de ficar na internet atrás de textos que só me fazem relembrar minhas sombras, deveria estar buscando um novo emprego ou atividade que me trouxesse alegria e dinheiro, um bom livro para ler, uma nova atividade para distrair, algo que fosse de encontro a minha tão distante "liberdade"!
Estou buscando parte de todas as minhas respostas em sessões (caras) de terapia. Indico que procurem um bom profissional. Faz sempre muito bem! Mas... no fundo, no fundo, sei que todas essas respostas estão aqui... dentro de mim. Se ele merece meu perdão? Se eu vou conseguir esquecer a dor que senti? Se vou conseguir superar e seguir em frente (com ele ou sozinha)? Se foi "falta grave ou leve"? Se estou certa ou errada? Só o tempo vai me ajudar a descobrir...
Que a natureza predatória de algumas pessoas nunca mude a minha natureza de amor! E que assim seja com todas vocês que são cheias de luz e aqui buscam reencontrar o caminho ensolarado novamente!
Com carinho (e esperança)
TA
Nana




sexta-feira, agosto 28, 2009

Demolição


Tem uma casa sendo demolida aqui atrás da minha. Os operários tiraram todas as janelas, as telhas e as paredes estão vindo abaixo. A visão é do caos... mas me levou a algumas reflexões sobre a vida e o amor.

A minha conclusão é que é possível que o amor sobreviva, até mesmo quando parece que tudo acabou. Certamente, no lugar dessa casa que cai surgirá uma outra casa, novinha em folha, em que as pessoas poderão viver felizes. Com o amor duradouro acontece da mesma forma. Qual amor que dura bastante tempo que nunca tenha atravessado crises em que tudo parecia ter se acabado?

Mas sempre é possível reconstruir. Acho mesmo que o ingrediente menos importante para o amor é a paixão. A paixão torna o amante cego, surdo e mudo, apenas a paixão interessa. Mas no dia a dia é praticamente impossível escaparmos ilesos às crises. Elas chegam e às vezes são tão devastadoras quanto uma demolição física.

Só que a gente pensa (sim, eu acredito no amor racional), descobre a verdadeira importância daquela pessoa na vida da gente e resolve dar uma nova chance. A reconstrução recomeça. Não tão rápida quanto no Extreme Makeover (sabe, aquele programa em que uma casa é demolida, reerguida e decorada em uma semana??), mas sim tijolo a tijolo.... A reconstrução exige muito mais paciência, tolerância, compreensão e dedicação do que a própria construção inicial. Por isso, tanta gente desiste, joga a toalha.

Mas eu acredito que o amor precisa sobreviver a tudo. A todos os furacões e demolições que a vida nos traz. É isso. Bom fim de semana!!

quinta-feira, agosto 27, 2009

Palavras

Sobrevivendo a mais uma crise de amigdalite da minha filha.......
(espero que a última antes da cirurgia de extração dessas irritantes e irritáveis amigdalas)

Recebi essas palavras por e-mail, de uma amiga que não tem blog.
Mudei totalmente o segundo parágrafo, em função dos conceitos da neurolinguística e para usar uma palavra que adoro e que a novela "Caminho das Índias" ressuscitou: auspicioso!
Está sendo útil p/ mim e resolvi dividir aqui com você.
Colei uma cópia na frente da mesa de passar roupa (onde costumo passar mais tempo do que eu gostaria ultimamente) e outra no painel de visualização no meu quarto.

PALAVRAS PARA MANTER O DOMÍNIO

SOBRE A SITUAÇÃO E O DESTINO

Conscientizo-me de que tenho o poder de controlar a situação e comandar o meu destino com meus pensamentos.

Compreendo que, sendo bons os meus sentimentos, são bons os meus pensamentos. Sendo bons os meus pensamentos, são boas as minhas palavras e sendo boas as minhas palavras, o mundo em que habito torna-se um mundo ideal, repleto de bondade.

Por isso, apenas abro a boca para dizer boas palavras.

Estou atenta a cada pensamento meu, a cada palavra minha. Emito somente pensamentos auspiciosos, falo palavras auspiciosas, ouço comentários auspiciosos. Adotei o hábito de elogiar os outros. Existe em mim o hábito de apontar as qualidades alheias. Faço apenas comentários otimistas a respeito de minha própria pessoa, de meus amigos e de minha profissão.

Sou o otimismo em pessoa, sou a esperança em pessoa. Meu coração está repleto de intensa alegria. Proporciono felicidade a todas as pessoas, abençôo todas as coisas. Dou coragem a todos. Minhas palavras tornam-se realidade no mundo das formas. Quando desejo a realização de algo, afirmo com convicção:

"Isso se concretiza, infalivelmente".

Essas palavras possuem força criadora. Por isso, o que eu desejo logo surge ao meu redor.

Agradeço a Deus por me dar essa convicção.

terça-feira, agosto 25, 2009

Outra sacanagem do GMail

Eles dizem assim:

Você quase não tem mais espaço para a sua conta do Gmail.
Você pode visualizar nossas dicas sobre como reduzir seu armazenamento de e-mails ou comprar armazenamento adicional.

Gmail Logo







Só que ambas as alternativas levam a planos de compra de mais espaço de armazenamento!!!! Pra que usar a palavra OU??

Eu precisaria baixar meus emails do Gmail no Outlook. Alguém sabe me ensinar o passo-a-passo?

Apaguei 657.346 emails, digamos.... e o problema continua.


segunda-feira, agosto 24, 2009

Talentos da maturidade

Meu pai está participando daquele concurso Talentos da Maturidade.
Eu sou suspeita, é lógico.... Mas se você tiver curiosidade em conhecer o trabalho dele em literatura, sobre a Solidariedade, clique aqui!

quarta-feira, agosto 19, 2009

Óculos


Eu, ao contrário do Herbert Viana, praticamente nasci de óculos. Uso óculos desde os 3 anos de idade. É bastante tempo!!

Não consegui o Alain Mikli (lembra deste post aqui??) mas me contentei com o Etnia Barcelona, que tem a Monalisa de óculos no site. Bem bacaninha. Que tal fiquei??

quinta-feira, agosto 06, 2009

Parabéns, leonina!!!!


Entre os aniversariantes de agosto, está a Maria Aparecida, que é a mulher do meu pai.
(Não gosto dessa expressão "madrasta", nem de "padrasto" e nem de "sogra"!!).
Então, ela é uma leonina peculiar, porque eu não acho que ela seja brava...
Ao contrário, ela é super prestativa, cuidou da minha avó, só vejo qualidades nela.
Ela é uma pessoa muito bacana, que aprendi a admirar cada vez mais com o tempo.
Meus pais se separaram quando eu tinha 15 anos, e foi uma fase complicada, porque naquele tempo as separações não eram tão comuns quanto são hoje.
Porém, depois de TANTO tempo (não vamos fazer contas, OK??) rsrsrs, vejo que tudo deu certo pra todos os envolvidos.
E quero deixar aqui registrada na Web minha admiração pela Aparecida.
Gosto muito dela e quero que ela seja muito feliz!!!
Que aproveite a data de hoje para realizar muitos desejos, e que o Universo a abençoe grandemente, com tudo de bom que há nessa vida.
Não sei como é que tá o dia lá em Caraguá, mas só sei que aqui o dia está maravilhoso, com um belo céu azul.
Se estiver assim por lá também, que a Aparecida interprete esse dia maravilhoso como um presente dos Céus nesse seu aniversário.
Já que não tem bolo "real", devido a distância, que tenha pelo menos um "virtual"...
Beijos!!!!
Silvia

terça-feira, agosto 04, 2009

Um dos últimos redutos do trema


Essa é para os que têm saudades do trema. Pelo menos no nome da Gisele Bündchen ela continua valendo. Hehehe

quarta-feira, julho 22, 2009

Gripe comum x H1N1


Recebi por e-mail e achei instrutivo. Tem tanta notícia sobre o assunto, mas ainda não tinha visto as informações reunidas assim de forma tão didática. A gente precisa se cuidar, mas como diria o Chapolin Colorado, "não priemos cânico".

segunda-feira, julho 20, 2009

Dia do Amigo


Parece que a data "pegou" mesmo!
Hoje já recebi até um torpedo de uma amiga, logo cedo.
Você sabia como surgiu essa data?

Criado em Buenos Aires, na Argentina, o Dia do Amigo foi gradualmente adotado em outras partes do mundo, inclusive no Brasil. A data foi escolhida em função da chegada do homem à Lua, em 20 de julho de 1969. A conquista do satélite foi considerada não apenas uma vitória científica, como também uma oportunidade de se fazer amigos em outras partes do universo!

Ainda não tenho amigos em outras partes do universo (creio eu, pelo menos), mas tenho amigas em outros países, que "conheci" aqui pelo blog. Além das amigas/os próximas/os que fazem tanta diferença na vida da gente.

Bacana esse dia do amigo. Felicidades a todos os meus amigos/as!!!

Sinta-se abraçado/a.



domingo, julho 19, 2009

Cadê as consultas??

Quando inaugurei este espaço aqui, a idéia era dar sugestões p/ as pessoas sobre seus problemas sentimentais. Mas as consultas sentimentais andam rareando... Por que será?
Será que é porque as pessoas não têm problemas sentimentais? Duvido.
Porque não me conhecem? Não acredito, acho mais fácil "falar" com desconhecidos do que com amigos sobre esse tipo de assunto. Além disso, minha vida está toda aqui neste blog. É fácil me conhecer...
Talvez meus palpites não tenham sido úteis, pode ser...
Bom, a verdade é que eu acredito que a pessoa se ajuda, apenas ao colocar os fatos organizadamente em um texto de um e-mail, já começa por aí.
Continuo aqui, aguardando as consultas sentimentais, apesar de que a grande maioria dos meus "leitores" mais assíduos não tem problemas nesse departamento, curiosamente.
Ando meio sem assunto e sem tempo.
Também curiosamente, pois afinal não estou trabalhando com horário fixo.
Porém, acho que isso significa que ando trabalhando umas 18 horas por dia.
Preciso dar um jeito de administrar melhor o meu tempo.
Boa semana a todos.

sexta-feira, junho 26, 2009

FELICIDADE


Então, né... o Michael Jackson morreu. Que coisa, né? Tão novo... sabia que nós nascemos no mesmo ano, no distante 1958. Tanto sucesso... mais sucesso impossível....
Porém, quer saber de uma coisa? Eu jamais trocaria a minha vida pela dele.
Parece que ele nunca foi feliz, de verdade... Tadinho.
Mas curti muito as músicas dele. O cara tinha muito talento!
Mas eu prefiro mil vezes a minha simplicidade, minha vida cheia de percalços, de pedras no caminho, que tornam as alegrias ainda mais luminosas...
E tive ontem uma dessas alegrias incomensuráveis que a vida nos reserva em certos momentos iluminados: meu filho querido do meu coração deixou de ser um mero estudante de arquitetura para virar um arquiteto de verdade!!
Olha, foi difícil, viu? Ele deu umas derrapadas no caminho, por conta das surpresas que a vida nos apresenta - uma dessas surpresas é a gostosíssima Helena, aliás, minha neta amada e querida - mas houve momentos eu que eu achei que ele não conseguiria.
Me entristeci e tudo.
Mas como Deus é bom, o pessoal lá de cima mexeu os pauzinhos mágicos deles e ontem ele apresentou o tal do TFG (trabalho de finalização de graduação) - em Arquitetura não é TCC que chama.
E, gente, que orgulho!!!! Que alegria, que emoção, que satisfação, que felicidade, que estado de graça.
Hoje, eu tô lá nas nuvens, nem adianta me chamar pra terra, que vou ficar lá mais um pouquinho, junto com os anjinhos e a toda a turma do Bem.
Todos os caras da banca - e olha que tinha um figura lá dos bem bacanudos, que nclusive botou um monte de defeitos no projeto dele - deram 10 pra ele.
Eu ficaria aqui um ano e meio contando todos os detalhes do acontecimento do ano.
Mas preciso ir lá buscar o meu pimpolho no trabalho dele, que ele vai almoçar aqui em casa hoje.

quarta-feira, junho 17, 2009

Resposta para Lila

Oi, Lila, este aqui é o liquidificador Arno de torneirinha que eu ganhei (vermelho):

Resposta p/ Fran: Sim, Fran, é muito fácil de lavar. É só deixar a água com detergente escorrer pela torneirinha.


quinta-feira, junho 11, 2009

Papai

Nana, não sei do que se trata esse aviso do Twitter, vou tentar retirar..... 

Notícias ótimas do meu pai:
Oi Silvinha
Já fiz a cirurgia ontem e hj retirei o tampão.
Estou maravilhado,. pois não preciso mais de óculos pelo menos para longe. Para perto consigo ler mas acho que terei que usá-los.
Na próxima quarta-feira vou ser examinado mais uma vez e acho que serei liberado.
Foi muito mais fácil do que eu pensava, quando me dei conta já estava pronto. Foram todos muito atenciosos e dedicados, gostei muito da clínica.
Abraços do
Papai e da Aparecida.

quarta-feira, junho 10, 2009

Pai e filho

Hoje às 13hs meu pai vai passar por uma cirurgia de catarata, em Pouso Alegre e peço boas vibrações virtuais aos meus leitores. Que Deus o abençoe e inspire os médicos. 

Na segunda à noite saí com meu filho. Fomos os dois comprar presentes para os nossos respectivos "namorados". Foi uma situação rara, pois raramente saímos só os dois juntos, smpre tem mais alguém, o que é ótimo, by the way. Mas foi uma delícia sairmos os dois sozinhos, depois de tanto tempo.... Apesar de que toda sugestão que eu dava, ele me dizia que era "baixo astral"!! No fim, ele encontrou um presente legal, e disse que daria naquele dia mesmo. Eu não!! O meu eu guardei pra dar no dia certo. Senão, o dia perde o encanto, eu acho. 

Ontem recebi um email dele, dizendo que gostou de ter saído comigo e me chamou de um apelido que me deixou derretida, que ele usava quando era pequenininho: mâmili. Ai, ai... 

Que Deus proteja o meu pápili!! 

terça-feira, junho 09, 2009

Quartzo rosa

Uma amiga, a quem dei um parzinho de quartzo rosa, está namorando. E ela nem tinha ligado uma coisa à outra! rsrsrs
É meu terceiro case de sucesso! 
Mais aqui.

domingo, junho 07, 2009

Aniversário = tempo de reflexão

Ontem completei 51 anos. 
Eu bem que queria ter estacionado nos 50, já tava de bom tamanho. Mas o tempo é inexorável... 
Logo cedo, quando acordei, e meio dormindo ainda, quando cheguei ao banheiro, tive uma surpresa linda!! O espelho estava pintado com batom (depois coloco a foto aqui) e havia 3 presentes pra mim: uma calça e um top de ginástica (já que tenho sido uma boa menina e tenho frequentado a academia do clube) e um perfume chamado Miracle, da Lancome, muito bom! 
A Helena aprendeu a dar beijinhos e não tem nada mais gostoso do que ganhar beijinhos dela. 
Uma amiga, a Eli, me perguntou como eu tava me sentindo aos 51. 
Então, agora é assim: eu me divirto com as coisas mais simples da vida: os beijos da Helena, ver as nuvens passando pela janela do meu quarto... 
Outra coisa que adoro receber são os bilhetinhos. E o Tom me deu um bilhetinho lindo. Com desenhos da mão da Helena de todas as cores de um lado e uma mensagem linda do outro. 
Muita gente me ligou: meu pai, a Pri Fiorin, a Eli, a minha querida comadre Vilma. 
Muita gente me mandou mensagens no Orkut (que eu também adoro!!) e e-mails carinhosos. Pode ser uma coisa simples e "fácil" de fazer, mas os amigos que gastam um tempinho nisso já são especiais, no meu modo de ver as coisas.  
Recebi uma vibração especial na Seara Bendita, minha mãe me deu um anel e um balde (calma, eu queria mesmo aquele balde, rsrsrs), a dona Florência, minha sogra, me deu um liquidificador vermelho de torneirinha, meu pai fez uma fonte (daquelas pequenas) de bambu, pra mim. 
Uma amiga (a Cacilda) me mandou um cartão virtual me desejando Feliz Ano Novo Pessoal, o que eu achei uma analogia e um conceito bem bacana também. 
Enfim, tive de verdade um Feliz Aniversário!! 

Agora, é retomar o cotidiano e continuar na luta. 

segunda-feira, junho 01, 2009

Air France

Post só p/ dizer que nada acontece por acaso. 
É sempre muito triste e comovente quando acontecem acidentes devastadores como esse. 
Mas o que eu posso garantir, depois de tudo o que vi a aprendi na minha vida, é que nenhum dos passageiros (nem o bebê) estava lá por acaso.
Que Deus ilumine, proteja e console os envolvidos diretamente. 

domingo, maio 31, 2009

Votação

Vou reproduzir em todos os meus blogs o pedido da Mirella. 
Quem ainda não conhece o Entrevistando Expatriados, que aproveite a chance! 

Merci!! 

Oi Gente,
Tudo belezita com vocês?

Entonces... estou escrevendo para dizer que um dos meus blogs, o Entrevistando Expatriados (http://expatriados.wordpress.com/) foi nominado como um dos “Top 100 International Exchange and Experience Blogs 2009 – IX09“. 

E agora, para ele pegar em primeiro lugar (tarefa quase impossível eheheh!), precisamos de votos!!!! E conto com a ajudinha de vocês (se alguém já recebeu esse e-mail, plisssss o desconsidere).

Clique no link abaixo e procure o nome Entrevistando Expatriados (n.16), clique na bolinha ao lado do nome e desça até o final da página onde tem o botãozinho escrito "vote"...
O link é esse:  http://www.lexiophiles.com/ix09/vote-for-ix09  e somos o número 16 da lista…

É rapidinho, não precisa dar dados pessoais e você pode votar todos os dias, horas ou minutos eheheh…  

Quem puder ajudar a divulgar... eu agradeço desde já!

Mandem notícias...
Bjs e Abs,
Mi & Kiko

quarta-feira, maio 27, 2009

Papai


Ontem foi aniversário do meu pai e preciso confessar que não consegui ligar pra ele. 
Que filha mais desnaturada, fala sério... 
É que eu tinha um trabalho pra entregar ontem que me consumiu todos os minutos e segundos do dia. E ainda por cima, tive que dar uma parada p/ levar a Biba ao dentista (o aparelho estava quebrado, machucando). 
Ó vida cruel!! 

Pra ver se ele me perdoa, vou postar aqui publicamente o e-mail que mandei pra ele. 

É particular, mas e daí? 

Oi, Papai!!! Feliz aniversário!!!
Espero que seu dia seja maravilhoso!!! 
Estou aqui no Skype desde de manhã cedo esperando o senhor aparecer, mas até agora, nada!! 
Agora preciso sair pra levar a Biba no dentista do aparelho. 
Então, resolvi escrever por e-mail mesmo os meus desejos de muitas felicidades nesse dia e em todos os outros 364 dias da sua nova idade!! 
Que o senhor seja presenteado com todas as bênçãos de Deus e dos seus mensageiros do Bem, que derramem todas as bênçãos sobre a sua cabeça e que essa energia positiva se prolongue hoje e sempre. 
Papai, o senhor sabe que mora dentro do meu coração, tem uma suíte especialmente decorada aqui dentro pro senhor, com todos os luxos e confortos possíveis desse mundo. 
Então, resolvi escrever esse texto ao invés de mandar aqueles cartões padronizados. 
Que é pra abrir o meu coração (que nem naquela propaganda, sabe?) pra o senhor ver como tem aqui um lugar todo especial pro senhor. 
Estou planejando a viagem pra sábado depois das 10 horas. 
Vou tentar levar a Helena, porque ela tem ficado comigo nos fins de semana. Pedi pra Rafa ir, mas acho que quem vai é a babá, talvez. 
Até sexta eu confirmo quem eu vou conseguir levar comigo. 
Nossa vida é assim complicada mesmo... o senhor desculpa, né?
Um beijão e de novo, muitas, muitas, muitas felicidades. 
da sua filha que o ama demais!!!!!!!!!!!!!!!
Silvia 

TPM

Descobri o que eu tinha na semana passada: TPM em alto grau de gravidade. 
Credo... que medo!! E hj me ligam cancelando - sim, cancelando - a consulta com o ginecologista na segunda. Tive que ligar lá de novo (setor de convênios do HC) e quiseram marcar a consulta para o meio de julho. A menina não tá entendendo que até lá sei lá o que pode me acontecer.... ai, ai. E por que raios não chega logo essa menopausa?? 

Desculpe o desabafo, tá? 

segunda-feira, maio 18, 2009

Confissão

Quer saber de uma coisa? Sabe pra que que a gente faz blogs? Podem me chamar de exagerada, mas é única e simplesmente pra ler os comentários.
Por isso, obrigada Harete e Eliane Buitoni, que deixaram comentários comoventes, além dos meus comentaristas habituais que sempre me visitam, como o Milton Toshiba, a Fran, a Lila, a Nana.... (só pra citar os mais recentes) - vocês alegram meu dia e este post é dedicado a vocês.
Lógico que a gente faz também os blogs pra deixar registrada a nossa vida, é uma coisa meio egoísta, também.
E eu acho que quanto mais "normal" a vida, mais chato fica sendo o blog, então mais um motivo pra eu gostar dos comentários, porque a minha vida é extremamente "normal" - até demais.
Por outro lado, eu não tô preocupada com a audiência, senão colocaria aqui assuntos polêmicos e coisas chamativas pra que as pessoas me achassem na busca do Google. Mas não, prefiro fazer meus posts despretensiosos e por isso, mais uma vez, admiro tanto as pessoas que se dão ao trabalho de clicar aqui no meu link.
Bom, é isso!
Ah, só mais uma cosinha: decidi que esta semana vai ser EXCELENTE!!!
E espero sempre o melhor. Pensa bem: só o melhor nos acontece todos os dias, ainda que a gente não compreenda tudo dessa maneira.

quinta-feira, maio 14, 2009

Marido

Falando em marido... 

Uma revista inglesa  promoveu um concurso para premiar a  melhor definição de “marido”. 
O texto ganhador:  
Marido é aquela pessoa amiga e companheira, que está sempre ali, a seu lado, para ajudá-la a resolver os grandes problemas que você não teria se fosse solteira.

quarta-feira, maio 13, 2009

Amor, always



Então, estou aqui trabalhando em casa e sem empregada. 
Este post aqui é pra elogiar o meu marido, que tem me ajudado muito. 
Ele se preocupa com a própria roupa e hoje até passou roupa que não era dele. 
O que é um enorme avanço para quem antes ficava apenas vendo TV. 
Ele evoluiu como ser humano graças a essa nossa fase por nossa conta. 
Já reclamei muito das empregadas que tive e agora estou "pagando a minha língua", como se diz. 
Amor e vida doméstica parece que são coisas incompatíveis, mas não são. 
Amar alguém e lavar a louça, amar alguém e limpar a casa, passar roupa... 
Tudo isso tem a ver com a vida a dois, a vida doméstica. 
Antes, eu achava errado até mesmo esse conceito de dizer que o marido "ajuda" a mulher. 
Ué... a casa não é dos dois? 
Então a responsabilidade por ela é dos dois, ainda mais quando os dois trabalham fora. 
Isso de trabalhar "dentro" complica um pouco as coisas. 
Bom, é isso. 
Tenho muito a fazer agora, inclusive guardar a roupa que ele passou. 

Este post é dedicado também p/ quem ainda está naquela fase cor-de-rosinha que pensa que o amor não tem nada a ver com a manutenção de uma moradia e todas as implicações decorrentes disso. 

terça-feira, maio 12, 2009

Mais uma carta pra Helena (atrasada)



Helena, minha querida netinha fofa, linda, maravilhosa da vovó, do meu coração!

No dia 7 de maio (quinta da semana passada) você completou dois aninhos! Eu tinha aula naquela noite e plantão na Seara à tarde, mas seus pais resolveram fazer um bolinho naquela noite mesmo. Então, virou uma correria danada, porque eu queria te dar os parabéns e os presentinhos e te dar muitos beijos.

Resolvi passar na sua casa na hora do almoço.

A Dó (Domingas, sua nova babá) estava te trocando e quando eu cheguei você tava peladinha, rsrsrs. Cheguei com aquelas sacolas todas e você ficou muito animada repetindo: “pesente”, “abe”, muito curiosa. Dei primeiro as roupinhas. Uma calça verde musgo e uma blusa listada de verde e vermelho, com uma flor, muito fashion, que compramos na Vila Madalena. E um sapato preto que você quis calçar imediatamente.

Depois dei o brinquedo, é um tapete da Estrela em que você pode desenhar com uma caneta de água. Depois a água seca e o desenho some, é muito bacana e você adorou.

Na hora de ir embora, falei assim: Helena, agora dá tchau pra vovó que a vovó precisa ir embora. E você: “Não qué tchau”. Imagina como me senti realizada, né?

Você está a coisa mais fofa desse mundo, minha querida. Muita gente pode não acreditar, mas você sabe contar até dez, já! É incrível.  Sabe pegar no mouse, escolher os vídeos que quer assistir no YouTube. Seus preferidos são a propaganda do shampoo Johnson para cabelos cacheados e os vídeos do Cocoricó, do Barney e ... sim, dela, da Xuxa. Fazer o que, né? Parece até que ela tem uma fórmula mágica que encanta as crianças pequenas.

Você dormiu aqui em casa de sábado p/ domingo e no domingo de manhã, quando acordou (às 5 e meia) chamou assim: mamãããããe, papaaaaii, vovóóóóó, vovôôôôôô. Muito fofa demais.

Bom, é isso, tenho outras coisas mil pra contar, como por exemplo como você fala “ai, ai”, depois de rir muitooo, e como adora brincadeira de se esconder, mas preciso trabalhar e a sua tia tá de novo com dor de garganta.

Então preciso ir.

Um beijo enormeeee!! Te amo,

Vovó Silvia 

sexta-feira, maio 08, 2009

Feliz Dia das Mães

MÃE

Meimei

 

Um dia, a Mulher solitária e atormentada chegou ao Céu e, rojando-se, em lágrimas, diante do Eterno Pai, suplicou:

- Senhor, estou só! Compadece-te de mim.

Meu companheiro fatigado, cada dia, pede-me repouso e devo velar-lhe o sono! Quando triunfa no trabalho, absorve-se na atividade mais intensa e, muita vez distraído, afasta-se do lar, onde volta somente quando exausto, a fim de refazer-se. Se sofre, vem a mim, abatido buscando restauração e conforto...

Tu, que deste flores ao arvoredo e que abriste as carícias da fonte, no seio escuro e ressequido do solo, consagras-me, assim, ao isolamento? Reservaste a Terra inteira ao serviço do homem que se agita, livre e dominador, sobre montes e vales, e concedes a mim apenas o estreito recinto da casa, entre quatro paredes, para meditar e afligir-me sem consolo? Se sou a companhia do homem, que se vale de mim para lutar e viver, quem me acompanhará na missão a que me destinas?

O Senhor sorriu, complacente, em seu trono de estrelas fulgurantes e, afagando-lhe a cabeça curvada e trêmula, falou compadecido:

- Dei o mundo ao homem, mas confiarei a vida ao teu coração.

Em seguida colocou-lhe nos braços uma frágil criança.

Desde então, a Mulher fez-se Mãe e passou a viver plenamente feliz.

 

Livro: “Cartas do Coração” – Psicografia Francisco Cândido Xavier

quarta-feira, maio 06, 2009

Consulta sentimental


Tenho uma amiga triste com o fim do relacionamento dela. 
Não tem conselho que preste numa hora dessas. 
Mas a agonia dela, que ela expressa no blog, que nunca tinha sido pessoal antes, é algo perturbador. 
Não entendo como duas pessoas que se amam resolvem, um belo dia, que precisam acabar com aquilo e coisa e tal. 
Acho, às vezes, que o mundo antigamente era um lugar melhor de se viver, em alguns aspectos. 
As pessoas casavam e não se separavam. 
Sei que alguns vão achar um absurdo isso, mas acho que agora as separações se banalizaram e as pessoas desistem do relacionamento por motivos mais bestas. 
Acho até que o principal motivo que leva à separação é o egoismo. 
As pessoas são egoistas e só querem o bem-bom pra elas. 
Só que relacionamento é doação, também. É renúncia. E parece que essas palavras saíram totalmente da moda. 
Talvez por causa da educação, sabia? 
Meu filho é da geração que escolhia o que ia estudar. 
Não acho isso certo, não. 
Enfim, hoje tô meio retrógrada, meio triste. 
Espero que minha amiga passe por essa fase da melhor maneira possível e a supere. 
Porque a vida também é feita de superações. 

quinta-feira, abril 23, 2009

O estranho, intrincado e nebuloso caminho das roupas sujas do cesto até o armário de novo


Acho que as crianças deveriam aprender isso na escola.

As roupas simplesmente surgem de volta nas gavetas e nos cabides, limpinhas e cheirosas, né?

Mas para isso, percorrem um longo e desconhecido caminho.

Primeiro, elas vão para a máquina de lavar. Mas se estiverem muito sujas, tem o processo químico da pré-lavagem.

Na máquina, há diversos opcionais: alvejantes, sabões em pó de diferentes qualidades e amaciantes tão mais cheirosos quanto mais caros forem.

Isso sem falar naquelas roupas que precisam ser quaradas (nunca vi essa palavra escrita antes!!) ou então ficar de molho em soluções

Depois disso, as roupas precisam ser estendidas no varal, mas não de qualquer jeito.

Dependendo da roupa, precisam ser estendidas de um jeito determinado. Os lençóis, então, ah, esses são um caso à parte.

Bom, e depois disso, as roupas precisam ser recolhidas (se chover, você tem que sair correndo p/ fazer isso).

E dobradas, e então desdobradas e passadas, usando produtos químicos específicos para ajudar nessa tarefa também.

E depois empilhadas, transportadas para os quartos respectivos, desempilhadas e guardadas.

E depois acham que o trabalho da dona de casa é moleza.

Se você adiar a tarefa, por umas duas ou três semanas, a conclusão é que precisará de mais ou menos quatro horas para apenas passar e empilhar tudo.