domingo, maio 31, 2009

Votação

Vou reproduzir em todos os meus blogs o pedido da Mirella. 
Quem ainda não conhece o Entrevistando Expatriados, que aproveite a chance! 

Merci!! 

Oi Gente,
Tudo belezita com vocês?

Entonces... estou escrevendo para dizer que um dos meus blogs, o Entrevistando Expatriados (http://expatriados.wordpress.com/) foi nominado como um dos “Top 100 International Exchange and Experience Blogs 2009 – IX09“. 

E agora, para ele pegar em primeiro lugar (tarefa quase impossível eheheh!), precisamos de votos!!!! E conto com a ajudinha de vocês (se alguém já recebeu esse e-mail, plisssss o desconsidere).

Clique no link abaixo e procure o nome Entrevistando Expatriados (n.16), clique na bolinha ao lado do nome e desça até o final da página onde tem o botãozinho escrito "vote"...
O link é esse:  http://www.lexiophiles.com/ix09/vote-for-ix09  e somos o número 16 da lista…

É rapidinho, não precisa dar dados pessoais e você pode votar todos os dias, horas ou minutos eheheh…  

Quem puder ajudar a divulgar... eu agradeço desde já!

Mandem notícias...
Bjs e Abs,
Mi & Kiko

quarta-feira, maio 27, 2009

Papai


Ontem foi aniversário do meu pai e preciso confessar que não consegui ligar pra ele. 
Que filha mais desnaturada, fala sério... 
É que eu tinha um trabalho pra entregar ontem que me consumiu todos os minutos e segundos do dia. E ainda por cima, tive que dar uma parada p/ levar a Biba ao dentista (o aparelho estava quebrado, machucando). 
Ó vida cruel!! 

Pra ver se ele me perdoa, vou postar aqui publicamente o e-mail que mandei pra ele. 

É particular, mas e daí? 

Oi, Papai!!! Feliz aniversário!!!
Espero que seu dia seja maravilhoso!!! 
Estou aqui no Skype desde de manhã cedo esperando o senhor aparecer, mas até agora, nada!! 
Agora preciso sair pra levar a Biba no dentista do aparelho. 
Então, resolvi escrever por e-mail mesmo os meus desejos de muitas felicidades nesse dia e em todos os outros 364 dias da sua nova idade!! 
Que o senhor seja presenteado com todas as bênçãos de Deus e dos seus mensageiros do Bem, que derramem todas as bênçãos sobre a sua cabeça e que essa energia positiva se prolongue hoje e sempre. 
Papai, o senhor sabe que mora dentro do meu coração, tem uma suíte especialmente decorada aqui dentro pro senhor, com todos os luxos e confortos possíveis desse mundo. 
Então, resolvi escrever esse texto ao invés de mandar aqueles cartões padronizados. 
Que é pra abrir o meu coração (que nem naquela propaganda, sabe?) pra o senhor ver como tem aqui um lugar todo especial pro senhor. 
Estou planejando a viagem pra sábado depois das 10 horas. 
Vou tentar levar a Helena, porque ela tem ficado comigo nos fins de semana. Pedi pra Rafa ir, mas acho que quem vai é a babá, talvez. 
Até sexta eu confirmo quem eu vou conseguir levar comigo. 
Nossa vida é assim complicada mesmo... o senhor desculpa, né?
Um beijão e de novo, muitas, muitas, muitas felicidades. 
da sua filha que o ama demais!!!!!!!!!!!!!!!
Silvia 

TPM

Descobri o que eu tinha na semana passada: TPM em alto grau de gravidade. 
Credo... que medo!! E hj me ligam cancelando - sim, cancelando - a consulta com o ginecologista na segunda. Tive que ligar lá de novo (setor de convênios do HC) e quiseram marcar a consulta para o meio de julho. A menina não tá entendendo que até lá sei lá o que pode me acontecer.... ai, ai. E por que raios não chega logo essa menopausa?? 

Desculpe o desabafo, tá? 

segunda-feira, maio 18, 2009

Confissão

Quer saber de uma coisa? Sabe pra que que a gente faz blogs? Podem me chamar de exagerada, mas é única e simplesmente pra ler os comentários.
Por isso, obrigada Harete e Eliane Buitoni, que deixaram comentários comoventes, além dos meus comentaristas habituais que sempre me visitam, como o Milton Toshiba, a Fran, a Lila, a Nana.... (só pra citar os mais recentes) - vocês alegram meu dia e este post é dedicado a vocês.
Lógico que a gente faz também os blogs pra deixar registrada a nossa vida, é uma coisa meio egoísta, também.
E eu acho que quanto mais "normal" a vida, mais chato fica sendo o blog, então mais um motivo pra eu gostar dos comentários, porque a minha vida é extremamente "normal" - até demais.
Por outro lado, eu não tô preocupada com a audiência, senão colocaria aqui assuntos polêmicos e coisas chamativas pra que as pessoas me achassem na busca do Google. Mas não, prefiro fazer meus posts despretensiosos e por isso, mais uma vez, admiro tanto as pessoas que se dão ao trabalho de clicar aqui no meu link.
Bom, é isso!
Ah, só mais uma cosinha: decidi que esta semana vai ser EXCELENTE!!!
E espero sempre o melhor. Pensa bem: só o melhor nos acontece todos os dias, ainda que a gente não compreenda tudo dessa maneira.

sexta-feira, maio 15, 2009

Marido

Falando em marido... 

Uma revista inglesa  promoveu um concurso para premiar a  melhor definição de “marido”. 
O texto ganhador:  
Marido é aquela pessoa amiga e companheira, que está sempre ali, a seu lado, para ajudá-la a resolver os grandes problemas que você não teria se fosse solteira.

quarta-feira, maio 13, 2009

Amor, always



Então, estou aqui trabalhando em casa e sem empregada. 
Este post aqui é pra elogiar o meu marido, que tem me ajudado muito. 
Ele se preocupa com a própria roupa e hoje até passou roupa que não era dele. 
O que é um enorme avanço para quem antes ficava apenas vendo TV. 
Ele evoluiu como ser humano graças a essa nossa fase por nossa conta. 
Já reclamei muito das empregadas que tive e agora estou "pagando a minha língua", como se diz. 
Amor e vida doméstica parece que são coisas incompatíveis, mas não são. 
Amar alguém e lavar a louça, amar alguém e limpar a casa, passar roupa... 
Tudo isso tem a ver com a vida a dois, a vida doméstica. 
Antes, eu achava errado até mesmo esse conceito de dizer que o marido "ajuda" a mulher. 
Ué... a casa não é dos dois? 
Então a responsabilidade por ela é dos dois, ainda mais quando os dois trabalham fora. 
Isso de trabalhar "dentro" complica um pouco as coisas. 
Bom, é isso. 
Tenho muito a fazer agora, inclusive guardar a roupa que ele passou. 

Este post é dedicado também p/ quem ainda está naquela fase cor-de-rosinha que pensa que o amor não tem nada a ver com a manutenção de uma moradia e todas as implicações decorrentes disso. 

terça-feira, maio 12, 2009

Mais uma carta pra Helena (atrasada)



Helena, minha querida netinha fofa, linda, maravilhosa da vovó, do meu coração!

No dia 7 de maio (quinta da semana passada) você completou dois aninhos! Eu tinha aula naquela noite e plantão na Seara à tarde, mas seus pais resolveram fazer um bolinho naquela noite mesmo. Então, virou uma correria danada, porque eu queria te dar os parabéns e os presentinhos e te dar muitos beijos.

Resolvi passar na sua casa na hora do almoço.

A Dó (Domingas, sua nova babá) estava te trocando e quando eu cheguei você tava peladinha, rsrsrs. Cheguei com aquelas sacolas todas e você ficou muito animada repetindo: “pesente”, “abe”, muito curiosa. Dei primeiro as roupinhas. Uma calça verde musgo e uma blusa listada de verde e vermelho, com uma flor, muito fashion, que compramos na Vila Madalena. E um sapato preto que você quis calçar imediatamente.

Depois dei o brinquedo, é um tapete da Estrela em que você pode desenhar com uma caneta de água. Depois a água seca e o desenho some, é muito bacana e você adorou.

Na hora de ir embora, falei assim: Helena, agora dá tchau pra vovó que a vovó precisa ir embora. E você: “Não qué tchau”. Imagina como me senti realizada, né?

Você está a coisa mais fofa desse mundo, minha querida. Muita gente pode não acreditar, mas você sabe contar até dez, já! É incrível.  Sabe pegar no mouse, escolher os vídeos que quer assistir no YouTube. Seus preferidos são a propaganda do shampoo Johnson para cabelos cacheados e os vídeos do Cocoricó, do Barney e ... sim, dela, da Xuxa. Fazer o que, né? Parece até que ela tem uma fórmula mágica que encanta as crianças pequenas.

Você dormiu aqui em casa de sábado p/ domingo e no domingo de manhã, quando acordou (às 5 e meia) chamou assim: mamãããããe, papaaaaii, vovóóóóó, vovôôôôôô. Muito fofa demais.

Bom, é isso, tenho outras coisas mil pra contar, como por exemplo como você fala “ai, ai”, depois de rir muitooo, e como adora brincadeira de se esconder, mas preciso trabalhar e a sua tia tá de novo com dor de garganta.

Então preciso ir.

Um beijo enormeeee!! Te amo,

Vovó Silvia 

sexta-feira, maio 08, 2009

Feliz Dia das Mães

MÃE

Meimei

 

Um dia, a Mulher solitária e atormentada chegou ao Céu e, rojando-se, em lágrimas, diante do Eterno Pai, suplicou:

- Senhor, estou só! Compadece-te de mim.

Meu companheiro fatigado, cada dia, pede-me repouso e devo velar-lhe o sono! Quando triunfa no trabalho, absorve-se na atividade mais intensa e, muita vez distraído, afasta-se do lar, onde volta somente quando exausto, a fim de refazer-se. Se sofre, vem a mim, abatido buscando restauração e conforto...

Tu, que deste flores ao arvoredo e que abriste as carícias da fonte, no seio escuro e ressequido do solo, consagras-me, assim, ao isolamento? Reservaste a Terra inteira ao serviço do homem que se agita, livre e dominador, sobre montes e vales, e concedes a mim apenas o estreito recinto da casa, entre quatro paredes, para meditar e afligir-me sem consolo? Se sou a companhia do homem, que se vale de mim para lutar e viver, quem me acompanhará na missão a que me destinas?

O Senhor sorriu, complacente, em seu trono de estrelas fulgurantes e, afagando-lhe a cabeça curvada e trêmula, falou compadecido:

- Dei o mundo ao homem, mas confiarei a vida ao teu coração.

Em seguida colocou-lhe nos braços uma frágil criança.

Desde então, a Mulher fez-se Mãe e passou a viver plenamente feliz.

 

Livro: “Cartas do Coração” – Psicografia Francisco Cândido Xavier

quarta-feira, maio 06, 2009

Consulta sentimental


Tenho uma amiga triste com o fim do relacionamento dela. 
Não tem conselho que preste numa hora dessas. 
Mas a agonia dela, que ela expressa no blog, que nunca tinha sido pessoal antes, é algo perturbador. 
Não entendo como duas pessoas que se amam resolvem, um belo dia, que precisam acabar com aquilo e coisa e tal. 
Acho, às vezes, que o mundo antigamente era um lugar melhor de se viver, em alguns aspectos. 
As pessoas casavam e não se separavam. 
Sei que alguns vão achar um absurdo isso, mas acho que agora as separações se banalizaram e as pessoas desistem do relacionamento por motivos mais bestas. 
Acho até que o principal motivo que leva à separação é o egoismo. 
As pessoas são egoistas e só querem o bem-bom pra elas. 
Só que relacionamento é doação, também. É renúncia. E parece que essas palavras saíram totalmente da moda. 
Talvez por causa da educação, sabia? 
Meu filho é da geração que escolhia o que ia estudar. 
Não acho isso certo, não. 
Enfim, hoje tô meio retrógrada, meio triste. 
Espero que minha amiga passe por essa fase da melhor maneira possível e a supere. 
Porque a vida também é feita de superações.