terça-feira, outubro 03, 2006

Primeira carta ao Mateus (ou a Helena)

Ontem à noite, durante o Lost, entre feliz e preocupado, seu pai veio me falar de você. Eu logo vi que o Tom tinha alguma coisa muito séria para contar, quando ele chegou e me abraçou forte, de um jeito muito diferente do que costuma fazer todo dia quando me vê. Minha reação foi de surpresa. Lógico. Ninguém esperava que você fosse chegar assim tão cedo nas nossas vidas.
Mas, ao mesmo tempo, fiquei feliz por dentro. A família vai crescer, o Tom vai aprender um novo tipo de amor, que ele ainda não conhece, a vida dele vai mudar totalmente em função da sua chegada.
O seu avô, o Gui, adivinhou na hora: quando o Tom falou que tinha uma coisa pra contar, ele perguntou: “Você vai ser pai?”. Ele respondeu não, mas a resposta era sim. A sua mãe, a Rafa, estava louca p/ ter um bebê. E não escondia isso de ninguém. Por isso, depois do susto inicial, a mãe dela, sua outra vovó, estourou uma champagne para comemorar a sua chegada, prevista para maio de 2007.
A sua tia, a Marjorie, adorou a novidade. Ela foi a primeira pessoa para quem o Tom contou, enquanto foram à locadora devolver os DVDs do fim de semana.
Nós nos sentamos na sala, os quatro (seu avô, seu pai, sua tia e eu) e ficamos conversando até tarde, tentando adivinhar como vai ser a nossa vida, principalmente a dos seus pais, e imaginando quanta felicidade você vai trazer para as nossas vidas.
Se você for menino, deve se chamar Mateus (não sei se com TH ou não). Se for menina, vai se chamar Helena. Eu queria ter bastante dinheiro p/ comprar pra você um monte de presentes inúteis e divertidos: patinhos para você brincar na hora do banho, ursinhos de pelúcia de todas as cores e quero ser uma dessas avós de propaganda, que fazem tudo que o neto(a) pede. Embora eu ache que sou muito nova ainda para ser avó. Mas até lá, daqui a oito meses, vou me acostumar com a idéia... Também acho que o mundo virou um lugar bem louco para os bebês que chegam agora. Mas, no que depender de mim, vou tentar fazer tudo o que eu puder para que você (e seus pais) sejam muito felizes.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sua participação é muito importante para nós!