terça-feira, outubro 12, 2010

Metade da vida


Não sei quando foi, é ou será a metade da minha vida. Mas ela pode ser dividida entre antes e depois da Viagem. Uma Viagem, assim com "vê" maiúsculo, como a minha, tem esse poder de dividir ao meio a vida de uma pessoa, de mudar a perspectiva, de inverter valores e definir prioridades.

Não que não tenha havido problemas, é claro que os houve. Mas aqui de volta ao meu "spot" vejo como eles foram pequenos e insignificantes, perante toda a grandeza da experiência que tivemos juntos, o Guilherme e eu.

Segunda lua de mel é pouco, muito pouco para definir a emoção de todos os dias encontrar um hotel para ficar, no Booking.com e conseguir as melhores tarifas de última hora.

A emoção de colocar os pés e a alma na terra do meu bisavô, que eu não sabia que tinha Maria no segundo nome, e que teve a coragem e a ousadia de sair daquele povoado com a mulher e a filha pequena e vir para o Brasil "fazer a América" como se dizia, provavelmente, então.

A emoção de se perder e de se achar todos os dias, de experimentar sabores e sons nunca antes vistos ou ouvidos.

A emoção de ver de perto os ícones que a gente só tinha visto antes por foto ou filme, como o Coliseu e a Torre de Pisa.

A emoção de comparar a "nossa" pizza com a deles, a textura, a cor e o sabor. O ambiente, as palavras parecidas e as completamente diferentes. O italiano, o português de Portugal (que é totalmente outra língua), o espanhol. Bagunçar tudo e misturar com o inglês, sempre ela, a língua universal.

Bom, não vou ficar aqui repetindo tudo aquilo que vi e vivi. Decidi que vou escrever um livro para contar a minha experiência. Na minha vida agora é assim: tudo vira livro.

Mas o texto é apenas para explicar rapidamente o motivo da minha ausência para a Rayana e para a Mirella, que notaram o meu sumiço.

Nem um blog inteirinho seria capaz de conter toda a emoção dessa viagem..... Agora precisa ver quanto tempo eu vou levar pra elaborar tudo e pra soltar esse livro.... Preciso de muita torcida positiva.

4 comentários:

  1. *-----------------*

    Dá uma invejinha tããão boa. Dá vontade de 'crescer' logo pra vivenciar tudo isso que você fala *-*

    Mas tudo no seu tempo, né? Que bom que você voltou Silvia, estava fazendo falta.

    ResponderExcluir
  2. Que delícia ler suas palavras... me sinto assim em cada viagem que faço, como se uma nova pessoa surgisse de mim mesma e eu não me reconhecesse mais como antigamente!
    Bjks.

    ResponderExcluir
  3. Anônimo8:08 PM

    tou na torcida, sempre.

    naninha

    ResponderExcluir
  4. Ciça8:08 PM

    Foi pra Itália, Sil? Imagino o quão feliz ficou. Lembro de vc ter me contado há um tempão atrás q morria de vontade de conhecer. Amou, né? Eu tenho a maior vontade de voltar, mas preciso conhecer novo lugares antes disso...rs
    Beijooo

    ResponderExcluir

Sua participação é muito importante para nós!