quarta-feira, agosto 29, 2012

A menininha de 6 anos

- Mãe, se liga vai, já passou dessa fase, cresce........vc é a mãe da família, deveria ajudar sempre e não ficar chorando. 

Ou seja, mãe não tem mais direito a colo, a se entristecer, a se perceber como a última das criaturas... 

E daí?? E naqueles dias em que tudo o que você quer é voltar para debaixo dos seus cobertores e afundar o rosto no travesseiro e esperar o tempo passar?? 

E nos dias em que você faz uma besteira e se arrepende, mas não adianta, porque o estrago já foi feito? 

E nos dias em que você descobre que tudo o que você considerava sólido desmancha-se no ar e você percebe que a matéria, assim como a concebemos no nosso raciocínio, não existe? 

E nos dias em que fica difícil demais se concentrar nas tarefas do dia a dia quando você tem questões filosóficas fundamentais internas para resolver? 

E nos dias em que você se enche de uma tal maneira de ouvir todo mundo te pedir coisas e percebe, de repente, que você é a única que não pede coisas para ninguém, ou pior, nos dias em que você percebe que quando pediu alguma coisa ninguém fez? 

E nos dias em que o seu horóscopo te diz que nada vai dar certo? 

E nos dias em que você vem carregando uma garrafa d'água e ela simplesmente pula pra fora da jarra molhando todo o chão? 

E nos dias em que você se lembra daquela menininha de seis anos que brincava distraidamente no pátio do colégio, quando duas "cavalonas" de mãos dadas a atropelam e ela quebra "só" o dente da frente (já o definitivo), além de arranhar os dois joelhos, etc... e não derrama uma lágrima sequer, por "vergonha"! apesar de toda a dor? 

Depois, ela fica na aula, disfarçando a dor e a vergonha, tentando parecer "normal".... Vai ver que é por isso que ela chora tanto hoje em dia, por ter represado todas aquelas lágrimas no seu peite infantil. 

Tem dias em que mesmo as mães precisam de colo. 

É isso. 

Um comentário:

Sua participação é muito importante para nós!