quarta-feira, fevereiro 02, 2005

Palavras-almofadas
É raro eu escrever duas vezes no mesmo dia, mas hoje tô um poço de idéias e se eu não escrever sobre isso, não vou conseguir me concentrar no trabalho.
É o seguinte.
Sabe aquele CD dos Paralamas, chamado Hey Na Na? Ele é de 1998.
Pois bem.
A música que dá título ao CD tem um trecho muito legal:
"E levou tuas palavras
Palavrões não almofadas
Como as que proferem Gil e Brown
No momento em que se dança
Até onde a vista alcança
Já não se vê bem nem mal
And all there is to say: "Hey, na, na, na!"

Então. Quero dizer que há algum tempo venho notando que todo mundo (meus amigos, vizinhos, companheiros/as de trabalho, marido, filhos, eu, inclusive) que a gente mal sabe se expressar se tirarem os palavrões do nosso vocabulário. Mas acontece que eu, como Gil e Brown, prefiro as palavras-almofadas. E é difícil lembrar de uma figura de linguagem mais fofa do que essa. Sei que é apenas um detalhe, mas a vida é feita de detalhes.
Tchau, back to work.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sua participação é muito importante para nós!