terça-feira, abril 19, 2005

Continuação...
Claro que não esgotei o assunto no outro post.
Minha intenção foi justamente a de estabelecer a polêmica.

Veja os comentários:

Realmente, é complicado. "What more in the name of love" canta o U2. Mas, quem pode domar as próprias razões do coração? Se, às vezes, o que é necessário para ser feliz torna-se "o eterno enquanto dure"...
Dígito Homepage 04.18.05 - 9:01 pm #

Eu também já estive na sua situação (ter amiga envolvida) e só tinha uma coisa que eu dizia a ela, porque é o que eu acho: eu nunca ia querer que uma história assim desse certo comigo, porque como ele traiu a esposa pra ficar comigo, como vou ter paz? Vou achar que ele vai me trair a qualquer momento. Eu sou muito paranóica pra segurar essa onda.
Ivis Homepage 04.18.05 - 6:47 pm #

Interessante o seu ponto de vista, Ivis. Eu não tinha pensado nisso...

Quem um dia irá dizer se existe razão nas coisas feitas pelo coração...
E quem irá dizer...
Beijos com saudades, Sil.
Alê Neris Homepage 04.18.05 - 6:37 pm #
Sim, Alê, acho que as coisas do coração não se deixam dominar pela razão. Mas, por outro lado, deixar-se dominar apenas pelo coração, ignorando a razão, acho que não é uma boa... Sei que isso soa horrível quando a pessoa está apaixonada, mas, acredite, a paixão necessariamente acaba com o tempo. Fica "só" o amor, sentimento mais profundo e muito mais forte, embora não pareça.

Sil, fala mais, preciso ouvir...
nana 04.18.05 - 2:19 pm #

Nana, atendi ao seu pedido!

o coração não escolhe pra quem vai bater mais forte. e nem a gente de quem vai gostar....
bjo
giose 04.18.05 - 1:28 pm #

O coração não escolhe mesmo, Giose, mas a gente sim. Sei que parece caretice falar isso, mas uma pessoa não pode se deixar dominar pelas emoções, pois corre o risco de se machucar e de machucar outras pessoas também.

bom, sil...
acho que isso é procurar sarna para se coçar. Tb nao quero ser falsa moralista mas achoq ue homens casados, qdo encontram companhia fora de casa, se acomodam...Uma vez quase aconteceu comigo, mas eu pulei fora rapidinho. Pergunte a Roberta...
Pri fiorin Homepage 04.18.05 - 11:41 am #
Pois é, Pri. Tem isso também. Fica uma situação bem cômoda para o cavalheiro. Uma situação bem definida em casa e "aventura" e "adrenalina" do lado de fora.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sua participação é muito importante para nós!