terça-feira, dezembro 17, 2013

8 fatos e 1 destruição


destruição em curso no Anhembi Tênis Clube

O que leva uma pessoa como eu a adotar uma causa tão perdida quanto a de salvar um lindo, belo e saudável canteiro de azaleias, condenadas pelo "novo" projeto de paisagismo proposta para o local? As azaleias fazem parte da identidade do Anhembi Tênis Clube, e tentar salvá-las é o mínimo que posso tentar fazer, usando as minhas "armas": o poder da voz, da Internet, do Facebook, do meu blog, minhas poucas e selecionadas amigas...Talvez seja uma luta inglória e perdida desde o início, pois eu não tenho poder algum a não ser esse. Enfim, eu sou movida pela réstia de esperança de salvar pelo menos algumas daquelas lindas plantinhas que tanta alegria nos trazem quando estão plenamente floridas. Sou movida pelo desejo de fazer com que os diretores do clube ponham a mão na consciência quando ainda é tempo e que voltem atrás nessa decisão tão macabra quanto desnecessária.  Seguem-se alguns fatos, apurados hoje:
1) o vice-presidente me disse que as azaleias poderiam ser transferidas para canteiros e praças vizinhas. Porém, as que já foram retiradas foram para o lixo.
2) ele me disse que a retirada das azaleias serviria para exibir o "lindo" muro de pedras, do projeto original do famoso arquiteto Vilanova Artigas, autor do projeto "brutalista" do clube. Ou seja, as azaleias estavam ali para suavizar justamente a brutalidade do muro. Esse argumento não convenceu, desculpe.
3) ele também me disse que haveria uma galeria debaixo do canteiro, que precisaria de reparos. Porém, os operários responsáveis pelo serviço, no entanto, me disseram hoje que, por eles, não seria necessário removê-las.
4) o "laudo" que condenou as azaleias veio, justamente - vejam que curioso - do mesmo escritório responsável pelo novo projeto!!!!!!!!!!!!
5) o serviço está sendo executado por detrás de tapumes que escondem o crime dos sócios, que não perceberam que as azaleias já começaram a ser destruídas.
6) me alegaram hoje que as azaleias não garantem a privacidade dos banhistas na piscina. Mentira. basta deixar que elas cresçam até o limite da grade. Além disso, as palmeiras que serão colocadas no lugar das azaleias (estariam elas fora de moda??) tampouco garantem essa suposta privacidade.
7) a prefeitura não está nem aí. O telefone da Secretaria do Verde e do Meio Ambiente (3266-7141) só dá ocupado.
8) eles sugeriram um abaixo-assinado... em período de férias!!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sua participação é muito importante para nós!