segunda-feira, outubro 03, 2016

Ser básica ou excêntrica? Eis a questão


Vi ontem no Now um documentário do GNT chamado "Estilosas e excêntricas" e mudei meu estilo, automaticamente, como boa geminiana que sou. Recomendo fortemente que todos vejam este documentário. O fato é que passei a usar minhas pulseiras todas juntas, broches, e acessórios descolados. Mas minha filha achou que eu estava brega.
O limite entre o brega, o mau gosto e a excentricidade às vezes é difícil de ser definido.
Mas eu estou com 58 anos e estou farta de seguir padrões.
Eu sempre me achei mais para básica do que para estilosa, mas eu uso óculos com armação verde, não pinto mais os cabelos... então, achei coerente mudar, e ser como aquelas mulheres maravilhosas de 60, 70, 80 e até 95 anos do filme.
Eu adorei o documentário, Acho que essas mulheres (e também as básicas) precisam ser cada vez mais valorizadas. A ditadura da juventude me enfastia.


Então, vou continuar (pelo menos por um tempo) explorando mais as possibilidades de ter um estilo mais diferenciado, ainda que corra o risco de ser chamada de brega pela minha filha.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sua participação é muito importante para nós!