terça-feira, dezembro 13, 2016

Agonia de dezembro (ou dezembrite)


Não sei pra você. Mas pra mim, este mês de dezembro sempre me dá uma agonia danada.
A correria, que já vigora o ano inteirinho, em dezembro se acirra ainda mais.
Dá uma ânsia de fazer tudo, de deixar tudo pronto para o ano que vem...
É um ímpeto de deixar tudo arrumado, tudo concluído, tudo resolvido.
Só que isso simplesmente não existe. Pelo menos não nesta vida.
Penso em quem morre: quem morre nunca conclui tudo o que planeja.
Sempre fica uma conta não paga, um telefonema não dado, um carinho não feito, uma palavra não dita. Isso dá uma agonia... Deve dar, eu acho.
Uma confissão não feita, um sonho não realizado, um desejo não expresso ou não atendido.
Esse raciocínio me leva a pensar que nunca devemos deixar para amanhã o que podemos fazer hoje.
E mais uma vez, o dito popular prova que a sabedoria do povo é vasta e profunda.
Porque amanhã sempre pode ser tarde demais.

2 comentários:

  1. Respostas
    1. Nana, minha querida e única leitora!!!!! Eu sou um dinossauro dos blogs.... rsrsrsrs Obrigada por me achar aqui, obrigada pelo comentário e pelo desejo de um ótimo 2017. To precisando tanto de coisas ótimas na minha vida..... Desejo que seu 2017 seja lindo e especial. Estou com saudades das suas visitas a Sampa. Apareça! Beijos e mil vibrações positivas pra vc, sua filhota linda e toda a família.

      Excluir

Sua participação é muito importante para nós!