quarta-feira, janeiro 03, 2018

Sandra


Como foi legal conhecer a Sandra pessoalmente! A sensação é que a gente já se conhecia, pois mantivemos muita interação virtual em um período de uns 12 anos, por aí, conforme o que calculamos. Imagine você... meu blog nasceu em 2003. De lá para cá, passou por várias fases, mais ou menos ativas da minha parte. Só mesmo o que nunca consegui fazer foi parar de escrever.
E o ato de escrever aqui no blog só tem me trazido coisas e pessoas boas, ou melhor, ótimas!

Adorei conhecer a Sandra, que me presenteou com o livro "Causos" para rir e Coisas para refletir 2, da Aracy Miranda Costa e Eny Miranda Santos. A literatura corre nas veias dessa família. Muito bacana mesmo!

Parecia até que eu já conhecia o Matthias e o Daniel (marido e filho), de tanto que vi fotos pela internet. Para quem me diz que internet é algo ruim, eu respondo que depende. É como a rua. Você tanto pode encontrar pessoas do bem, como pessoas do mal. Melhor confiar na intuição, se proteger, minimamente, e aproveitar o que tem de bom.

Nós nos encontramos algumas vezes, apresentamos lugares imperdíveis daqui da nossa nova cidade e eles adoraram. Precisa ver o Daniel saboreando o "nosso" pastel de nata! Foi mesmo muito legal. A Sandra contou que quando ele gosta muito de uma coisa de comer, ele sente arrepio! E com o pastel de nata não foi diferente.

Imagine que o Matthias fala português! Achei o máximo, a comunicação fluiu muitíssimo bem e passamos momentos muito agradáveis juntos. Conheci ainda a Ana Letícia, a sobrinha que está a estudar na Alemanha, e a irmã da Sandra, a Renata, o marido Roland, e os filhos Dominic e Viola. Uma turma muito animada.

O por do sol a partir do Club Nau, em Ferragudo, ao som da Daddy Jack Band, foi especial. Todos gostaram muito do programa. Também estiveram no restaurante Dona Barca e no Cloque ao Mar. Mas o lugar de que mais gostaram foi a lanchonete Merendeira, quase defronte ao Hotel Casino, onde se hospedaram. Espero que o chá que tomamos aqui em casa também esteja entre o top 10 da viagem deles.

A sensação de morar onde as pessoas vêm passar as férias é absolutamente fantástica! Mas o mais importante de tudo é mesmo o fortalecimento de uma amizade, que se solidifica e que tem tudo para se multiplicar em mais passeio e em mais viagens.

Pra finalizar, uma frase em italiano, vista em uma livraria, no aeroporto de Roma, atribuída ao John Steinbeck: "Le persone non fanno i viaggi, sono i viaggi che fanno le persone". Tudo a ver.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sua participação é muito importante para nós!