quarta-feira, novembro 30, 2005

Trabalho
Antes, o assunto "trabalho" era proibido aqui neste blog. Era um "tabu", digamos.
Mas agora não preciso mais me esconder, esconder meu nome completo, meu e-mail, posso assumir minha identidade verdadeira, que nem uma super-heroína que tenha enfrentado perigosos bandidos e agora pode ser quem ela é. A sensação de liberdade é ótima!
Posso tudo!! Me sinto poderosa, livre e feliz, ainda que "dura".

Estou trabalhando muito. Buscando meus verdadeiros interesses e motivações.
Buscando novos caminhos, novas pessoas, novos lugares. Cada dia faço um trajeto diferente.

Essa semana estou na Burson. E adorando. O ambiente lá é maravilhoso. Eu adoraria fazer a comunicação interna lá. Fazer follows com jornalistas e todas aquelas armações próprias dos assessores de imprensa... Tudo isso está fora de cogitação, pelo menos por enquanto. O "operacional" realmente não serve mais pra mim. Outra coisa que me motivaria muito seria ensinar a moçadinha a evoluir. Quem sabe o destino não me reserva alguma surpresa boa em 2006?

Eu estou cheia de esperanças. Novas possibilidades, novos ares, Natal, ano novo, tudo novo...

É mentira que eu não quis mais atender a Intel. E só existe uma pessoa no mundo que poderia ser minha testemunha. Sonhei com ela 4 vezes depois da demissão.
- Eu disse para a Intel que você não queria mais atender a conta, tudo bem? - falou a chefe.
O que eu poderia responder? Eu achava que ela estava sendo "legal" comigo. Mas a mentira nunca é uma coisa legal. Eu deveria saber.
- Tudo bem - disse eu.
E apenas uma pessoa presenciou esse diálogo. Pessoa que jamais arriscaria o seu pescoço para me dar razão. Mas tudo bem. Nada como um dia depois do outro.

Não odeio ninguém. Acho que tenho mesmo lições a aprender. Sempre e com todas as pessoas. Tenho que aprender a ser menos "inocente" e a parar de acreditar que o mal não existe. Desse jeito, eu não consigo me defender. Já falei isso antes, mas agora, resolvi usar esse "consultório" como um "confessionário" e falar tudo o que andou engasgado na minha garganta nesses últimos três anos. Fofocas, injustiças, malediscência. Isso não poderia dar certo, por mais "forte" que eu me achasse.

Bom, é isso por hoje. Tenho uma matéria pra escrever pro site Universia.

E tem o blog da Fran, que entra djá p/ os meus favoritos. Nossa, como ela escreve bem!!! Quase me fez chorar em plena Burson...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sua participação é muito importante para nós!