sexta-feira, maio 26, 2006

Parabéns, papai!

O fato mais importante do dia de hoje é o aniversário do meu pai, o José Leonardo.
Sempre na dele, "serião", sempre enfiado na oficina dos fundos da casa, fazendo seus barquinhos e outras obras de arte. Me levava ao cinema (matinê) aos domingos de manhã e pra passear de carro no Morumbi. Eu gostava de ficar com ele, sair só com ele. Eram momentos únicos e especiais. Ele gosta de segurar a pessoa pelo pescoço, por trás, ao invés de dar a mão. Não é muito de ficar paparicando criança, não. Mas foi ele o grande responsável pelo gosto pela leitura que eu desenvolvi desde a infância e que me fez chegar onde cheguei, já que ler tem tudo a ver com escrever, que tem tudo a ver com ser jornalista.
Toda semana, religiosamente, ele me trazia os gibis do Tio Patinhas e do Mickey, principalmente, Pato Donald. A enciclopédia Conhecer, "Os Bichos" e também aquela coleção de literatura juvenil, em que cada livro era de uma cor, um a cada 15 dias... Nossa, que delícia receber esses presentes do meu pai!! Ele sempre disse, toda vida, que era melhor ensinar a pescar do que dar o peixe, e era isso que ele fazia comigo.
Sempre fui parecida com ele. Contrariada, emburrava, assim como ele fazia. E, claro, rôo unha até hoje, por influência dele, talvez...
Depois teve todo o lance da separação etc e tal.
Mas o vínculo entre nós, embora tenha se enfraquecido durante um tempo, hoje é mais forte do que nunca. Meu pai é inteligente, bonitão, forte, talentoso, às vezes fica meio chatinho, mas é um vovozão legal pra Biba, é o MEU pai. Não gosto muito de ser filha única, mas que é muito bom não ter que dividir meu pai com ninguém, isso é...
Hoje ele participa da feirinha de artesanato em Caraguá e dá palestras no centro espírita kardecista de lá (talvez por influência minha...). Vive há muitos anos com a Aparecida, que é uma "boadrasta" muito legal.
Papai, desejo, do fundo do meu coração, um feliz aniversário!! Um beijo enorme, do tamanho da distância de Caraguá a SP.
Seja muito feliz nesse dia e capricha na hora de assoprar as velinhas, viu?
Da sua filha que te ama muito,
Silvia

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sua participação é muito importante para nós!