quarta-feira, setembro 06, 2006

Sete de Setembro


Quando eu era pequena, a gente cantava assim:

"Sete de Setembro, tão querida data, foi a independência do cachorro vira-lata. É uma grande data, para o meu Brasi-il... (não lembro mais)"

A gente tinha que vestir o "uniforme de gala": saia pregueada branca, meia três-quartos branca, camisa branca de manga comprida, e boina! E ia pro colégio, cantar o Hino Nacional e ver hastear a bandeira. Ainda existe isso?

Agora, meu único desejo é viajar no dia da votação. É tão fácil justificar o voto! E o melhor é que não me comprometo com os rumos que a Nação for tomar, em conseqüência do voto (obrigatório) da maioria da nossa população. Alienada, eu? Pode ser. Acho que "descrente" é um termo que melhor define essa minha (falta de) posição política.

Bom feriado pra quem tem a felicidade de emendar!

E a Eliene vai pra Monte Verde! Que delícia! Quando eu crescer, quero ir também.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sua participação é muito importante para nós!