quinta-feira, dezembro 18, 2008

A urgência do fim do ano

Mais um ano está acabando... e com ele, parece que muitas coisas vão ser deixadas para trás.
Isso me dá uma certa angústia. Será que fiz tudo o que precisava da minha lista de tarefas? É óbvio que não. Nunca dá tempo de encontrar todo mundo que a gente gostaria pessoalmente, para dar aquele abraço e deixar registrados nossos votos de que o Ano Novo sim, que ele traga todos aqueles nossos desejos para o presente. Mas o mês de dezembro não é presente. É futuro, é a expectativa do que está por vir, do vir a ser. Wanna be. E é passado, é tempo de retospectivas, de olhar pra trás e ver o que a gente fez direito, e o que nem tanto. De contar as conquistas e tentar esquecer as derrotas.

Esse sentimento de urgência está longe, bem longe do espírito natalino. Aliás, pouco se ouve falar hoje em dia no espírito natalino. Aquela coisa gostosa de dar passagem no trânsito, de sorrir para um/a desconhecido/a. De dar presente para as crianças pobres, essas coisas que fazem um bem danado pro coração. Mas ninguém fala nisso. Todo mundo fica fazendo listinhas de presentes, todo mundo fica preocupado em descansar (inclusive eu), todo mundo quer sombra e água fresca, mas é preciso decidir o cardápio da ceia, a roupa nova pra esperar o ano novo. Tanta coisa....

Este ano ando meio cansada disso tudo. Estou mais preocupada em receber no meu coração a Luz do Menino Jesus e ver se aprendo, de uma vez por todas, as lições de humildade que ele vem tentando ensinar pra gente há tanto tempo.... Lógico que eu queria dar vários prseentes pra todo mundo. Mas dessa vez, por razões alheias à minha vontade, as coisas vão ser diferentes. Mas só que alguma coisa mudou dentro de mim. E eu fico feliz, por me ter sido dada a oportunidade de viver o verdadeiro espírito natalino.

Minha filha deu uma idéia que eu achei maravilhosa:
- Mãe, e se a gente passasse o Natal em um orfanato?
Quase chorei de emoção quando ela me disse isso. É mesmo, é uma ótima idéia. Quem sabe...

Isso tudo é pra dizer que vou dar uma sumida daqui do Consulta nos próximos dias. Então, aproveito pra deixar aqui registrados meus votos sinceros pra todo mundo que me visita de vez em quando, ainda que não comente nada (e nós que temos um blog nos " alimentamos" desses comentários), de um Natal maravilhoso, cheio de significado, e de reflexões a respeito do nascimento e do renascimento de uma possibilidade de uma nova vida dentro do coração de cada um de nós.

E de um 2009 cheio de paz, amor, alegrias, harmonia, saúde, entendimento. É disso que o mundo mais precisa. Óbvio que também queremos prosperidade e sucesso, mas isso a gente pode conquistar aos poucos.

Um dezembro só é pouco, pra tanto desejo. Mas haverá novos dezembros, novos janeiros, junhos, julhos.... E vamo que vamo. Vamos "esquecer" os nossos problemas aqui em 2008. E só levar as coisas boas e as nossas mais puras e melhores esperanças para 2009. Beijos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sua participação é muito importante para nós!