quarta-feira, novembro 07, 2007

Going gray

Preciso voltar ao tema, sorry pelo repeteco.
Mas é que a minha amiga Pri me perguntou pelo msn se eu tenho muito cabelo branco. Eu não sei! Agora que vamos ver, né??
Os primeiros fiozinhos, tímidos, eu arrancava. Preciso confessar isso. Mas eu ai começar a ficar careca. Então parei.
Morro de medo de pintar o cabelo e de ficar ridícula. Sabe essas velhinhas sem noção? Você olha de costas, pensa que é uma adolescente. Quando ela vira... ui!! que susto. Deus-me-livre-e-guarde de ser assim...
Eu sei que eu atormentava o cabeleireiro do Soho Butantã que pintava os meus cabelinhos... Ele tem uma agenda eletrônica onde anota a coloração das clientes. Eu, na minha santa ingenuidade, achava que a minha "fórmula" não podia mudar nem um centímetro do que tinha dado "certo". Doce ilusão. Acho que ainda tenho vários fios de cabelo escuro.
Prometo ir fazendo meu diário visual aqui. Vamos ver no que vai dar. É como a Paty falou: também, qualquer coisa, se eu estiver me sentindo assim muito velha, o jeito vai ser voltar a apelar para a agendinha do Marcelo, né? Fazer o quê? Mas espero não precisar mais disso.
Obrigada pelos palpites das minhas queridas amigas virtuais Sol (excelente fotógrafa!!!!), Mirella (o blog dela é uma "viagem"!!! eu adoro!!!), Naninha (que abandonou o blog dela, mas não me abandonou, yessss!!!!) e Sandra (que anda sumida pra caramba daqui, snif, snif...). Valeu, mezzzzzmo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sua participação é muito importante para nós!