terça-feira, janeiro 22, 2008

Mais uma consultinha

De vez em quando, você que vem aqui sempre já sabe, este meu blog volta às origens. E aparece uma ou outra consultinha sentimental, que atendo com a maior alegria.

Ontem, foi um desses dias. A R. mandou e-mail contando:

"Vou resumir minha história: tive um relacionamento de 3 anos com um homem e sem querer peguei ele me traindo. Nos separamos faz 2 anos. Fiquei 1 ano e meio só curtindo uma depresão das mais severas, engordei muito tomando remédios.

Bom, conheci 1 colega na empresa (relacionamento entre colegas na empresa é proibido, estamos sendo discretos), ele tem 27 anos e eu 31. Ele tinha saído de um relacionamento, porque ela era muito ciumenta e brigavam muito. Estávamos nos conhecendo, foi tudo maravilhosos, de repente ele disse que ela estava grávida e que iria voltar. Pediu um tempo até dezembro para resolver isso, só que descobri que ela não estava mais grávida, diz ele que perdeu. Já tinha dado isso por encerrado, mas só que no dia 02/01 ele veio me procurar, dizendo que tinha feito a escolha errada e que iria se mudar.

Desde esse dia, passou a dormir na minha casa, ajudei ele a alugar (não financeiramente), solicitei a ligação de energia, limpei a casa, ajudei a arrumar tudo. Bom, nesse sabado, ele saiu para trabalhar e eram 5 hs da tarde e nada. Liguei para o celular dele que não atendeu, apenas me enviou uma mensagem dizendo "Estou a fim de reencontrar alguns amigos, estou indo para Porto Alegre. Beijos." E não deu notícias o final de semana inteiro. Sabe, sou muito boazinha, não fico pegando no pé , penso que as pessoas tem o direito de escolher seu caminho. Hoje de manhã, como se nada tivesse acontecido, ele veio trabalhar e tive que falar com ele. Ele disse que foi com os amigos para uma praia. Só que o meu medo é se ele não está tentando voltar para a ex, não acreditei nessa de reencontar alguns amigos. O que vc acha?".

Resposta: "Oi, R., vamos ver se entendi direito. Você comentou sobre um relacionamento anterior, mas parece que com o ex está tudo resolvido. Embora você tenha engordado, como me contou, já superou esse "trauma", certo?

Bem, voltando ao seu namorado atual, pelo que eu entendi, você tem medo que a situação se repita, de ser traída novamente, é isso mesmo? Eu acho que sobre o que aconteceu no fim de semana, você deve tentar ter uma conversa mais demorada com ele, explicando que o que ele fez, de sair e não avisar, é uma atitude que você não aprova. Aliás, é uma questão de respeito, independente do relacionamento. As pessoas devem dar satisfação para as outras de onde vão, quando voltam, etc. (filhos, pais, amigos, namorados...) Cabe a você tomar a decisão de perdoá-lo ou não pelo "sumiço" (mesmo que ele não peça o seu perdão).

Agora, independentemente dessa atitude errada dele, se ele também mentiu sobre com quem foi se encontrar, aí você tem mais um problema p/ resolver. Isso envolve acreditar nele ou não. Não se preocupe muito com isso agora, não fique questionando, nem o encostando na parede. Tente agir naturalmente. Se for para você saber a verdade, mais cedo ou mais tarde, você saberá. Sabe aquele ditado: a mentira tem pernas curtas? Então. Acho que inicialmente, se você gosta mesmo dele, dê um voto de confiança e observe se ele merece essa sua confiança.

Em terceiro lugar, tem a questão dele ser um colega de trabalho. Quanto a isso, não vejo maiores problemas, a menos que um dia vocês resolvam se casar, mas tenha em mente que tudo na vida é dinâmico. Tudo pode acontecer.

Portanto, por enquanto, espero que vocês resolvam da melhor maneira possível essas crises que me parecem normais e passageiras, e que consigam engrenar uma relação bonita de respeito mútuo, de cumplicidade e de carinho entre vocês dois.

Espero ter ajudado, ou pelo menos ter indicado a você novas formas de analisar a questão que você me colocou. Volte sempre que quiser.

Boa sorte e bjs.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sua participação é muito importante para nós!