quinta-feira, janeiro 10, 2008

Saudades

Palavra que só existe em português (é mesmo??) - e que expressa uma falta egoística que sentimos de ter as pessoas que amamos por perto. A falta é uma coisa concreta, que preenche o coração como se fosse cimento. E ele começa a pesar.

Férias, pessoas longe, ou perto. Matando as saudades. Mas elas não morrem. Elas só ficam anestesiadas. A distância faz as saudades reviverem e ocuparem aquele espaço antes vazio ou antes preenchido com o doce sabor da convivência.

Mas a gente ainda tem a chance de ir matando as saudades das pessoas que queremos ter por perto. A vida nos dá essa chance. A chance de escolher. Não podemos deixar que as saudades tomem as rédeas da nossa vida e não devemos nos conformar em ficarmos separados. A única coisa que mata as saudades, definitivamente, é o esquecimento.

Que não nos esqueçamos jamais das pessoas de quem gostamos e que em 2008 a gente consiga ver mais vezes as pessoas queridas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sua participação é muito importante para nós!