quarta-feira, agosto 06, 2008

A experiência masculina


Hoje a Rafa me manda um torpedo: “tou tão triste”...
Ligo imediatamente pra ela: “Mas o que aconteceu, Rafinha?”
Sabe aqueles dias em que o marido acorda de mau humor?
(Bom, meu filho seeempre acordou de mau humor, só melhorou um pouco depois que a Helena nasceu)
A briga clássica de marido x mulher envolve qual pergunta básica: “cadê as minhas cuecas?”
Pronto, bastou isso para a Rafa ficar triste. Ela respondeu alguma coisa como: "sei lá onde estão as suas cuecas, eu cuido das minhas calcinhas, você que tem que cuidar das suas cuecas, deve ter alguma no varal..." Ela ainda se deu ao trabalho de responder, tadinha!! Eu dou é risada quando meu marido pergunta isso. Foi-se o tempo em que a mulher tinha que cuidar das cuecas do marido, né?
Mas para a Rafa, que nunca conviveu com a figura paterna na infância, a cena foi totalmente inédita. E ela ficou chateada. Pensando em tudo o que ela faz pelo marido...
Só que é sempre assim: eles só vêem o que a gente não faz.
Uma mulher que trabalha e que divide as responsabilidades da casa com o marido NÃO TEM a obrigação de cuidar das cuecas dele.
Eu falei pra ela deixar pra lá, porque não era motivo pra tanto. E também falei que isso NÃO melhora com o tempo... Naqueles dias em que eles estão atacados (será que existe TPM masculina?), pode acreditar que vão perguntar sobre as cuecas (ou as meias, ou o cinto, ou o sapato, ou o que quer que seja...)
No fim, ela deu risada sobre a falta de experiência dela com esses assuntos estritamente masculinos... hahaha. Eu também me matei de rir e só tou contando aqui porque ela autorizou. Quem sabe essa historinha não ajuda os casais que estão casados há um ano, assim como eles, né??
E você? O que vc faz quando seu namorado, marido ou mesmo seu pai dão esses "pitis"??

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sua participação é muito importante para nós!