sexta-feira, maio 28, 2010

Aprenda isso e não esqueça nunca mais

A lição não é minha, não. Recebi hoje por e-mail (Obrigada, Diomede) e confesso que eu achei que já houvesso aprendido, mas esqueço toda hora. Então, é melhor colocar aqui.

O Mestre de sua vida

"Qualquer pessoa capaz de enfurecer você se torna seu mestre, mas ela só pode fazer isso com sua permissão." Epiteto, ex-escravo e filósofo grego.

Pode parecer estranho, mas a verdade é que ninguém pode forçar você a ficar triste, chateado, bravo, nervoso ou o que quer que seja - até mesmo enfurecido. Não sem sua participação ativa neste processo, permitindo que as ações dessa pessoa causem emoções tão negativas em você.

Sei que não é o que parece, quando somos atingidos por palavras de pessoas que consideramos importantes. Mas percepção não é realidade. Ainda que pareça que nossas emoções são controladas por outras pessoas, a verdade é que ninguém as controla. Exceto você.

Somos nós quem damos poder para que outras pessoas acabem controlando o que sentimos. Isso é um erro. Quando você notar que está se enervando com alguém, lembre-se de que é você mesmo quem está gerando isso. A pessoa pode até ser um catalisador do processo, mas é você quem está autorizando este poder. Não ela.

Epiteto, autor da frase dessa semana, sabe bem o que é isso. Foi escravo de um dos mais cruéis secretários de Nero. E, com este pensamento, tornou-se filósofo e escapou da escravidão.

Se você tem um "secretário de Nero" perto de você, talvez seja o momento de repensar seu grupo de pessoas importantes. Você é a média das pessoas com as quais mais convive. Muito do nosso sucesso e felicidade na vida são derivados das pessoas que nos cercam e da nossa capacidade em não darmos poder para as pessoas erradas.

Lembre-se de que "qualquer pessoa capaz de enfurecer você se torna seu mestre, mas ela só pode fazer isso com sua permissão."

Agora pense e responda: Quem será o mestre de sua vida hoje?

Aldo Novak

PS.: Tem link novo no "Saia por aqui": Mulheres de Arenas, da minha amiga Andréa. Visitem, comentem! E Andréa, seja bem vinda à "blogsfera" (ainda que eu ache esse nome meio brega).

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sua participação é muito importante para nós!