terça-feira, julho 06, 2010

Meus cabelos brancos, update

(de cabelo molhado, cheguei há pouco da hidroginástica)

Muita gente chega até o "Consulta" por causa deste post aqui. Ou deste aqui. Engraçado... eu me achava um ponto fora da curva por ter decidido não me render a indústria dos tonalizantes e afins (gente, que coisa mais antinatural...) Mas pelo jeito, não sou só eu.... tem muitas pessoas dispostas a passar essa imagem de autenticidade.

A Alaide, por exemplo (nome lindo e original, o mesmo nome da minha madrinha de quem eu tanto gostava!!!), veio aqui dizer que:

Silvia...
Você disse tudo!
Obrigada por expor meu pensamento!
Como vc fez para deixá-los ao naturelle!!?
Os meus estão curtos e com luzes já me preparando para o próximo "capítulo"
Grata

E vou responder:

Então, Alaide, nunca cheguei a pintar os meus cabelos de verdade, só usava tonalizantes, que iam desbotando aos poucos, então não tive que conviver com aquela faixa de cabelo de uma cor em cima e outra embaixo, graças ao Bom Deus. Meu plano era cortar o cabelo pelo menos uma vez por mês, mas confesso que não tenho conseguido fazer isso. E acho que tenho relativamente pouco cabelo branco ainda.

Agora, eu acho que quem decide deixar os cabelos brancos não pode, por exemplo, querer uma carreira tradicional, em uma multinacional. Sinto que há grande preconceito com meus cabelos em certos ambientes. A maioria das pessoas pode pensar que sou "desleixada" e esse é um risco que eu corro.

Não sei se você viu um post aqui dizendo que perdi um projeto profissional que deveria ter durado um ano (pelo menos), mas durou apenas 6 meses. No meu íntimo (obviamente ninguém tocou no assunto), acho que o cliente não quis mais conviver com os meus cabelos grisalhos, dos quais eu tanto me orgulho. Entre outros motivos, óbvio. Algo me diz que meus cabelos têm algo a ver com o que aconteceu.

Mas essa é uma conquista da qual não abro mão, ainda que tenha que pagar um preço (alto) por isso, ainda que tenha que "lutar" silenciosamente contra os preconceitos da sociedade.

Querida Alaide, você está preparada para essa batalha? Se estiver, acho bacana assumir a "grisalhice" natural da idade. Mas vou te confessar: não é fácil, não.... E algumas vezes me peguei pensando em aguentar a coceira, passar no salão mais próximo e desistir desse meu plano. Mas, felizmente, ainda acredito que a autenticidade merece o sacrifício.

Ou seja, há sacrifício em pintar os cabelos, assim como há sacrifício em mantê-los ao natural. Nós, mulheres, sempre somos as sacrificadas.... ai, ai....

Mas quero agradecer a sua visita, Alaide! Muito obrigada pela audiência. Bjs

Um comentário:

Sua participação é muito importante para nós!